O curso tem como objetivo central discutir a noção de “retradução” nos Estudos de Tradução, percorrendo tanto os trabalhos teóricos mais relevantes na área a partir dos anos 1990 (a detalhar em “Conteúdo (ementa)” e na “Bibliografia”) quanto analisando em sala alguns projetos de (re)tradução (a detalhar em “Conteúdo (ementa)”). Desse objetivo principal derivam os seguintes objetivos específicos: 1. conhecer os diferentes sentidos possíveis para o termo “retradução”; 2. compreender a importância do pensamento de Goethe para uma primeira tentativa de sistematização da noção de “retradução”; 3. conhecer o trabalho fundador de Antoine Berman sobre o conceito teórico e “retradução” (Berman, 1990); 4. conhecer o trabalho de Yves Gambier (1994; 2012), suas críticas à noção bermaniana de retradução e suas propostas de redefinição do conceito; 5. a partir da redefinição de Gambier e de outros trabalhos contemporâneos relevantes (Ladmiral, 2012; Monti, 2012; Chevrel, 2010), discutir as razões que justificam uma retradução; 6. compreender a noção de “espaço relacional” (Cardozo, 2007; Faleiros e Mattos, 2017) e sua importância para o conceito de retradução nos Estudos de Tradução contemporaneamente.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP