Estudar diferentes representações literárias que dialogam com o centro e com as narrativas canônicas; aprofundar os conceitos de centro e margem nos encontros de culturas desde uma perspectiva teórica pós-colonial, focalizando o processo de transculturalidade. Seus focos são: 1) políticas de reconhecimento e diferença; 2) representações de encontro entre culturas; 3) questionamentos sobre o processo de construção de identidades; 4) etnicidade e indigenismo; 5) questões de raça, gênero e classe; 6) nacionalismo e hibridismo; 7) Literaturas pós-coloniais e os contra-discursos das literaturas das diásporas. O principal interesse dessa disciplina na formação do futuro professor reside no seu tratamento de questões centrais à experiência contemporânea, como alteridade, diferença, e na discussão de problemas de grande atualidade, como raça, gênero e classe. Prepara o futuro professor para o entendimento e enfrentamento de fontes de conflito na vida em grupo.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP