Programação

  • Equipe

    Professores Responsáveis: 

    Paulo Eduardo Moruzzi Marques - pmarques@usp.br

    Maria Elisa de Paula Eduardo Garavello - mepegara@usp.br

    Monitora: Flaviane Malaquias Costa - flavianemcosta@usp.br // flavianemcosta@hotmail.com 


    Tarefas em grupo:

    1. Apresentação do tema com apoio nos textos disponibilizados, considerando as perguntas norteadoras, com liberdade para introduzir elementos pertinentes de outras fontes;

    2. Elaboração de um texto resumo da apresentação de até 2 páginas para ser entregue 1 dia antes da aula, pelo e-mail pmarques@usp.br. Este material será impresso para a turna;

    3. Correção e aperfeiçoamento do texto-resumo a partir do debate em sala de aula para ser entregue na segunda-feira anterior à aula seguinte até o meio dia, também pelo e-mail do professor. As mudanças devem ser assinaladas.


    Critérios considerados para a avaliação destas tarefas em grupo:

    1. Clareza, coerência e adequação da apresentação;

    2. Qualidade dos suportes (power-point ou outros materiais complementares) utilizados em apoio à apresentação;

    3. Qualidade do texto-resumo da apresentação;

    4. participação do grupo nos debates;

    5. Correções e complementos do texto após os debates em sala de aula.


    GRUPOS DE TRABALHO

    1

    João Bruno Morais, Robbe Gommers, Julia Resing, Paul Marie, Brice Tayama, Aline Nascimento, Lucie Chopot (?), Gabriela Troncoso e Tainá Nascimento

    2

    Giovana Massarente, Giulia Bonfatti, Jaciendy Togni, Luanda Ganeo e Thais Alves, Thales Alves, Livia Bicalho, João Antônio Manzi

    3

    Gabriela Zorzato, Juliana Parede, Berenice Franc, Roxane Lourman-Tabes, Raquel Torres Silva, Luis Claudio Martins, Bruna Caroline Pinto, Mayara Araujo, Octávio Mazzaro e Igor Ribeira

    4

    Ana Julia Souza, Victoria Gaspar, Giulia Cardoso Benites, Debora Monteiro, Gabriela Oi, Giovana Moreira, Ana Isabel Doretto, Natália Peccin Biarzolo, Débora de Campos e Diogo Costa, Bruno Fonseca.

    5

    Anie Jacon, Leticia Maria Souza, Julia Pereira, Julia Dezen Gomes, Karine Nova Penha, Leticia Montavon, Maite Gomes Oliveira, Beatriz Grellet, Gabriel  Bragaia e Stefani Luz.

    6

    Gustavo Moretto, Rafael Gomide de Oliveira, Caio  Dizeró, Matheus Malaquias, Liziane Alves Dias, Weslley de Alcântara, Lais de Oliveira Catuzzo, Cosme Chagas Filho, Vinicius Maia Oliveira e Bruno


  • Semana 1: Aula inaugural do curso de ciências dos alimentos

    Aula Inaugural do curso de Ciências dos Alimentos 

    Anfiteatro Dr. Urgel de Almeida Lima-LAN às 19 horas, dia 19/02/2019

    Será passada a lista de presença

    • Semana 2: Introdução, aula dia 26/02

      Apresentação do programa e preparação para as atividades da disciplina ao longo do semestre

    • Semana 3: aula dia 12/03


      Palestra Mayra Fernanda Silveira Diniz “Alimentação hoje”

    • Semana 4: aula 19/03

      Palestra da profª Maria Elisa Garavelo sobre sua experiência na disciplina


      Leitura para fichamento:
      MONTANARI, M. Comida como Cultura. São Paulo: Ed. SENAC, 2008, p.15-17 e 55-60.

      Responda sobretudo a seguinte questão: Por que a alimentação humana se difere daquela de outros seres vivos? 

      Leitura complementar:
      DAMATTA, R. Você tem cultura? 

    • Semana 5: aula 26/03


      Palestra da profª Maria Elisa Garavelo e Flaviane Malaquias Costa “Alimentação e cultura: a domesticação das plantas alimentares”

      Leituras:
      MONTANARI, M. Comida como Cultura. São Paulo: Ed. SENAC, 2008, p 21-27.
      MONTANARI, M. Comida como Cultura. São Paulo: Ed. SENAC, 2008, p 43-46.
    • Semana 6: aula 02/04


      Fundamentos para estudos sobre cultura e alimentação


      Considerar as questões abaixo para orientar as leituras da semana e para preparar as tarefas do grupo:
      Qual o papel da cultura na alimentação?
      Quais os significados de "gramática culinária"?
      Por que a alimentação constitui uma importante dimensão da identidade cultural?
      Por que Fischler propõe substituir o termo "consumidor" por "comedor"?
      Qual o sentido da noção de "gastro-anomia"?
      Qual é a oposição básica proposta por Fischler em suas pesquisas internacionais comparativas, considerando em particular os casos da França e dos Estados Unidos?
    • Semana 7: aula 09/04



      Referências da sociologia da alimentação


      Questões norteadoras para as leituras e elaborações:
      1. Quais são as características que podem ser destacadas da sociologia em seus primeiros passos?
      2. Como se desenvolve o interesse da sociologia pela alimentação?
      3. Como caracterizar o espaço social alimentar e quais são suas dimensões?
      4. O que o estudo sobre o processo civilizados de Norbert Elias nos permite pensar sobre a alimentação?
    • Semana 8: aula 23/04


      História da alimentação, em particular a brasileira 


      Questões norteadoras para leituras e elaborações:
      Quais são as diferentes dimensões que os estudos históricos podem revelar sobre as culturas alimentares?
      Quais são os principais fenômenos que caracterizam as mudanças alimentares recentes  e quais são suas repercussões sociais?
      Por que a feijoada pode ser considerada como o "prato nacional por excelência"?
      Como importantes pensadores brasileiros caracterizam a gênese e as especificidades da alimentação no Brasil? 
    • Semana 9: aula 30/04



      Manifestos críticos por uma alimentação saudável


      Questões para orientar as leituras e elaborações:
      Por que o "alimento local" é frequentemente defendido no âmbito do ativismo alimentar e dos manifestos em favor de uma alimentação saudável?
      Quais são as principais controvérsias em torno da alimentação local?
      No âmbito do "locavorismo", por que se desenvolve um debate em torno do feminismo?
      Quais são valores e ideias associadas ao alimento local pelo movimento slow food?
    • Semana 10: aula 07/05


      Segurança e soberania alimentar


      Questões para orientar as leituras e elaborações:
      Como se desenvolve o debate e as ações em torno da segurança alimentar no plano nacional e internacional?
      Por que ocorre a emergência da noção de soberania alimentar e quais são seus sentidos?
      Quais tipos de iniciativas e práticas agroalimentares podem ser impulsionadas a partir de uma perspectiva de soberania alimentar?

       


    • Semana 11: aula 14/05



      Ação pública com vistas à segurança alimentar


      Questões para orientar as leituras e elaborações:
      Como definir o conceito de referencial de políticas públicas?
      Como evoluem no Brasil os referenciais das políticas públicas agroalimentares desde os anos 1960?
      Por que e com quais sentidos emerge o referencial de circuitos curtos de proximidade (CCP) agroalimentar?
      Como avaliar o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) a partir de uma ótica de CCP?
      Quais características do Programa Nacional de Alimentação Escolar permitem pensar em sua afinidade com o PAA? 

    • Semana 12: aula 21/05


      Atividade da VI Jornada Universitária de Defesa da Reforma Agrária (VI JURA):

      Mesa redonda sobre "Agronegócio e projetos de reforma agrária"

      • Semana 13: aula 28/05

        Palestra de Talitha Alessandra Ferreira “ Entre a culinária e a gastronomia brasileiras: desafios para as reflexões acerca de uma ementa nacional”


      • Semana 14: 04/06

        Palestras de Manuela Silva Silveira, “Construção da qualidade em torno dos alimentos”, e de Sandro Dias “A historiografia da alimentação e os estudos contemporâneos de gastronomia”


        • Leitura recomendada Arquivo
          Restrito Disponível se: O seu Endereço de email contém usp
      • Semana 15: aula 11/06

        Prova de avaliação dos alunos

        • Semana 16: aula 25/06

          Avaliação da disciplina, resultados e prova repositiva

          e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP