• 2 a 4/Set

    Aulas 3 a 9


    Grupos para os trabalhos da disciplina
    Os sete grupos formados para a realização dos trabalhos coletivos da disciplina são:

    Itatinga (22):

    1. Isabella B.; Ana Clara; Luana; Arthur; Lucas; Stephany. (6)

    2. Jessica Alessandra Iamamoto; Maria Alves Santin; Roberta Coelho; Stephanie Breda; Bruno Siani; Julia Sampaio; Arthur ? (7)

    3. Murilo Engler; Nathan Barreto; Thiago Hideki; Yago Silva. (4)

    4. Isabella francischeti; Milena Vitti; Arieli Bondioli; Julia Maria; Mariana Risso. (5)


    Piracicaba (16):

    5. Pedro Bridi; Allan Daher; Ana Paula Remedio; Lígia V. Garcia; Michael Henrique; Gabriella Hita. (6)

    6. João Pedro S.; Douglas Ribeiro V.; Caio Baff; Gustavo Novaes; Stéphani Sousa; Carolina Soave; Larissa Baldini; (7)

    7. Wagner; Matheus Boarin; Ozabella Garcez de O. Assis; (3)


    Solicito que complementem e verifiquem se estão corretos os seus nomes, bem como coloquem um número telefônico para eventuais emergências. 

    Os estudantes que não ainda não entraram para nenhuma equipe devem entrar nos grupos menores.


    Estação Experimental de Itatinga

    Primeiro dia - Saída do LCF às 7horas. Diálogo sobre os textos lidos e escritos individuais. Leituras de partes dos livros. Acomodação das bagagens nos alojamento, boas vindas, primeiras informações sobre a EECF-Itatinga e acordos sobre horários, limpeza, refeições e outros, para os três dias. Almoço e limpeza. (atividades coordenadas pelo grupo1). Trabalhos de campo: orientações para as entrevistas, observação participante, enquetes e outros instrumentos a serem utilizados e primeira ida para os trabalhos de campo. À noite: visita à Câmara de vereadores e ao retornar exercícios de preparação do sarau da terça-feira, com fotografias, poemas, música e teatro ou outras manifestações dos participantes (o grupo2 coordenará as atividades desse período). Segundo dia: mutirão no SAF e em outros locais da EECF, continuidade dos trabalhos de campo e sarau a noite (grupo3). Terceiro dia – reunião de sistematização do observado e esclarecimento das dúvidas e trabalhos em grupos; encaminhamentos e viagem de volta (grupo4).

    Os grupos que não forem para Itatinga realizarão suas atividades em Piracicaba e se responsabilizarão pelas três aulas presenciais coordenadas pelo professor Luiz Carlos.

    Entre esta viagens a Itatinga e a última aula do Curso, as 32 horas de créditos trabalho devem ser utilizadas para o desenvolvimento de:

    1. proposta de cada grupo,
    2. leituras individuais e elaboração de resenhas sobre as leituras e sobre os diálogos com pessoas do grupo e outras. Espera-se pelo menos uma resenha analítica sobre:
      • o Novo Código Florestal e material crítico sobre ele;
      • a Constituição Brasileira de 1988– síntese apontando as suas relações com a atuação do profissional da área florestal (esta síntese pode ser feita por grupo, de forma que consigam ler toda a Constituição);
      • textos sobre políticas públicas, política, estado, normas legais e educação florestal (Herman Benjamin; Paulo Afonso Leme Machado;...), a questão ambiental (cap3 do espiritualidade laica e EA, Tiago Costa; M. Castells, O Verdejar do Ser; J. McCormick, Rumo ao Paraíso; O que é Ecologia, Lago e Pádua; outros). Análise crítica sobre Economia Agroecológica e Florestal Regionalizada. Lembrar que cada grupo terá uma hora nas três aulas finais para fazer um relato descritivo-analítico sobre a proposta para Itatinga ou para Piracicaba. Cada grupo deve pensar esse horário como um momento educador para toda a sala e convidados.

    Aulas optativas – Entre os dias 07 a 10/11: possibilidade dos estudantes interessados participarem de atividades em Itatinga, complementando os trabalhos de campo, participando de mutirões junto ao projeto Mosaico EducoFlorestal Agroecológico e dialogando sobre a sua proposta. O horário de saída e retorno do ônibus da Escola será combinado oportunamente.

    Exercício para o período que antecede as próximas aulas: levantamento das Instituições e forças instituintes no campo florestal. Elaboração de tabela, por grupo, descrevendo-as como executivo, legislativo, judiciário (outra) e as esferas de atuação (municipal, estadual, federal, outra). Arcabouço Institucional no campo florestal – diálogos sobre as tabelas elaboradas. Leitura para a semana: Legislação florestal.

    Submeta este levantamento no formato PDF digital, usando o link abaixo.