• Proposta

    Proposta Pedagógica

    (versão completa em PDF)

    Objetivo

    Incentivar e apoiar o participante da disciplina a:

    1. construir conhecimentos no campo da Política Pública, Legislação e Educação Florestal fazendo pontes entre conteúdos dessas áreas e a problemática apresentada;
    2. mapear, diagnosticar, estudar, planejar e propor alternativas para a melhoria das condições existenciais dos habitantes do município em foco, utilizando a árvore e a floresta como elementos indutores de iniciativas de conservação e de geração de trabalho e renda;
    3. analisar potencialidades e limites para a e na efetiva introdução do elemento arbóreo no cotidiano de seu município;
    4. propor iniciativas para a Estação Experimental de Ciências Florestais de Itatinga atuar como Instituição fomentadora de uma estratégia de efetiva de incorporação das árvores na região.
      • Contribuir para o envolvimento cidadão e profissional dos estudantes com a problemática socioambiental e florestal.
      • Promover estudos e ações de estudantes que contribuam para incrementar a presença do elemento arbóreo e de iniciativas agroecológicas em Itatinga e região.
      • Incentivar e apoiar o diálogo e aprendizados na área da economia florestal descentralizada e circular e relacionados ao mote: Por uma Nova Cultura da Terra, da terra e do território.


    Rotina de aula

    Resenha da aula anterior e presentes (pequenos textos, vídeos, ou outros e reflexões sobre os mesmos) - momento coordenado pelo grupo responsável pela aula, que também pode responsabilizar-se pelo lanche do intervalo. Diálogos sobre o tema da aula. Avaliação da aula e encaminhamentos e limpeza e arrumação da sala ou do local no qual foram realizadas as atividades. Cada estudante deve elaborar um diário de bordo, com as suas reflexões e aprendizados na área. Esse diário deve ser postado no STOA, como uma forma de diálogo e de acompanhamento dos seus aprendizados.


    Avaliação

    A nota final será calculada de acordo com o desempenho obtido nas seguintes atividades:

    1. diário de bordo, relatando os aprendizados no semestre no campo das PP, Legislação e Educação Florestal - entrega das atividades solicitadas em atividades extras e reflexões;
    2. presença e contribuição para os aprendizados em sala de aula (resenha, presentes, outros);
    3. apresentação do grupo (oral e escrita) sobre os trabalhos de campo, com as propostas** voltadas para a intervenção educadora e de políticas públicas comprometidas com a incorporação da árvore no município (esta nota será compartilhada pelos componentes do grupo).

    ** É importante destacar que a proposta deve buscar a geração de trabalho e renda e a melhoria das condições existenciais e socioambientais no Município.

    Será levada em consideração também a auto-avaliação justificada, ao final do semestre.


    Formação de Grupos

    Os grupos deverão ser constituídos por no máximo 6 estudantes. Os grupos terão como principal atividade apresentar uma síntese da aula anterior e dos insumos disponíveis para cada aula.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP