A partir da análise de textos selecionados de alguns pesquisadores alinhados à Nova História Econômica e à Nova Economia Institucional, objetiva-se discutir o papel das instituições em relação ao desempenho econômico de países como Brasil, Argentina, Estados Unidos e Canadá. Assim, pretende-se investigar quais são as principais características histórico-institucionais que levaram a desempenhos econômicos significativamente diferentes entre países das Américas do Norte e do Sul.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP