Língua Africana: Proporcionar ao estudante o conhecimento das estruturas fonológicas e morfossintáticas das línguas africanas, buscando examinar a contribuição que a descrição dessas línguas pode trazer para o esclarecimento de alguns problemas da linguística geral. Língua Tupi: Proporcionar ao estudante o conhecimento das estruturas fonológicas e morfossintáticas das línguas Tupi (famílias Arikém, Aweti, Juruna, Mawé, Mondé, Munduruku, Puruborá, Ramarama, Tupari, e Tupi-Guarani), buscando examinar a contribuição que a descrição dessas línguas pode trazer para o esclarecimento de alguns problemas da linguística geral. O curso de língua não indo-europeia contribui para a formação do futuro professor por meio de análises linguísticas e discussão de textos sobre a história e cultura afro-brasileira e indígena, atendendo ao que determinam as leis 10639/2003 e 11645/2008, que tornam obrigatório o estudo desses conteúdos.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP