Este curso propõe um estudo das intersecções teóricas e estéticas entre tradução e política nas Américas. A partir da análise de obras-chave no campo dos estudos da tradução e de alguns exemplos práticos, procuraremos privilegiar a questão da tradução como um assunto teórico, um gesto político e um ato sociolinguístico e cultural essencial para as relações literárias e artísticas do hemisfério americano. Pretendemos, ainda, estabelecer um diálogo entre as teorias norte-americanas e europeias e as intervenções teóricas latino-americanas, discutindo, ao mesmo tempo, as políticas culturais e relações internacionais através da lente da tradução.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP