Med Vet Preventiva e Saúde Animal
Definir os conceitos e princípios que fundamentam a prática da inspeção sanitária dos produtos de origem animal comestíveis e não comestíveis; identificar as técnicas de inspeção sanitária, seus princípios, formas de aplicação e relação para com a saúde pública e saúde animal; identificar a participação do médico veterinário na cadeia produtiva de alimentos, nos aspectos higiênico-sanitários, de qualidade comercial dos produtos e como oportunidades de trabalho.
Reconhecer os perigos que podem ser transmitidos por alimentos e as medidas de controle para os diversos perigos; - compreender as etapas de implantação, implementação e avaliação contínua das ferramentas de controle da segurança dos alimentos nas diferentes etapas de produção dos alimentos de origem animal;- entender o papel dos órgãos oficiais de controle na mitigação dos riscos e discernir a competência de cada esfera na normatização e fiscalização das ações nos diferentes estabelecimentos/empresas; - identificar os princípios da Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle; - entender o papel da análise laboratorial dos alimentos no contexto da segurança dos alimentos.
Ser capaz de construir a cadeia epidemiológica das principais doenças parasitárias dos animais domésticos. Ser capaz de adotar as medidas de prevenção adequada a cada elo da cadeia epidemiológica. Valorizar as medidas profiláticas e terapêuticas mais adequadas e seguras que possam contribuir no controle e/ou erradicação da doença na população animal e quando aplicável à espécie humana. Descrever a patogenia das principais doenças parasitárias dos animais.
Desenvolver capacidade de análise crítica sobre as medidas aplicáveis ao controle e/ou erradicação de espécies invasoras, em especial vertebrados terrestres.
Espera-se que os alunos sejam capazes de: - descrever os processos envolvidos na interação entre populações de patógenos e seus respectivos hospedeiros; - descrever a ocorrência das doenças nas populações e os fatores que determinam seu aparecimento; - descrever o impacto das intervenções profiláticas em populações animais.
Capacitar os alunos a construir a cadeia epidemiológica das principais doenças infecciosas dos animais domésticos. Capacitar a adotar medidas de prevenção adequada a cada elo da cadeia epidemiológica. Se capaz de descrever a etiologia, patogenia, sintomatologia, diagnóstico e tratamento das doenças infecciosas dos animais domésticos, causadas por bactérias, fungos, vírus e príons.
Espera-se que os alunos sejam capazes de: - Desenvolver capacidade crítica quanto ao impacto da atividade pecuária e propor soluções para o desenvolvimento de uma atividade pecuária sustentável; - Estruturar e avaliar programas de Saúde Animal e Saúde Pública, reconhecendo suas nuances sócio-econômico-culturais. - Entender o papel das esferas públicas na condução de ações em Saúde Animal e Pública. - Contextualizar a Educação em Saúde no conjunto de iniciativas que visem a promoção de Saúde Animal e Pública.
Espera-se que os alunos sejam capazes de: - formular problemas que envolvam análise estatística em Medicina Veterinária, em termos de hipóteses estatísticas a serem testadas; - identificar as variáveis de origem biológica envolvidas, se quantitativas ou qualitativas; - analisar saídas de programas de análise estatística, para responder à pergunta inicial formulada no teste de hipóteses; - avaliar qual o teste estatístico mais adequado para a análise dos dados de um determinado problema.
Disponibilizar os princípios e conceitos que fundamentam a aqüicultura, sob o enfoque da sanidade, da produtividade, da sustentabilidade econômica e ambiental; considerando as boas práticas de cultivo e manejo.
Esta disciplina tem por objetivo oferecer competências em ensino, fundamentação pedagógica e pensamento crítico em educação superior.