Este curso propõe uma reflexão sobre parte do legado intelectual da Antropologia, desde a segunda metade do século XIX até a primeira metade do século XX, explorando temáticas reconhecidamente fundantes da disciplina – parentesco e família – e suas implicações (nem sempre explícitas) em termos de gênero e sexualidade. Na seleção das leituras, em ordem cronológica não estrita, procura-se expor diferentes modos de constituir e enfrentar tais temáticas, bem como confrontar modelos analíticos e realizações etnográficas, levando em conta, sempre que possível, o peso das tradições nacionais e das tendências teóricas tidas como principais. A bibliografia abaixo orientará as discussões em cada sessão, estará disponível no moodle Stoa (https://edisciplinas.usp.br) e será eventualmente complementada com indicações relativas aos tópicos tratados em cada sessão. Dá-se como referência as traduções em português, quando disponíveis; nesse caso, as datas entre colchetes indicam o ano da publicação original.


e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP