Filosofia
Ajuda com Pesquisar cursos
Investigação de temas de estética e filosofia da arte da contemporaneidade.
Examinar as concepções e as transformações no pensamento sobre a técnica focando suas relações com as condições sociais, econômicas e políticas em quatro momentos: a Grécia Clássica, a Renascença, o Século XVII e a Filosofia Contemporânea. A abordagem se centrará em autores clássicos e terá como principal objetivo compreender a formulação do conceito de tecnologia.
O curso objetiva discutir um dos temas centrais da Disputationes metaphysicae de Francisco Suárez e o legado que ela deixou para filosofia de Christian Wolff e Immanuel Kant. A concepção suareziana do “ente enquanto ente” como uma razão primeira na ordem da cognoscibilidade situa a pergunta pelo ser no plano da possibilidade, entendida não como mera potência ou forma lógica, mas como realidade (realitas). É essa nova ontologia como scientia transcendens, retomada por Wolff, que permitirá a passagem do sentido clássico ao sentido moderno de “transcendental”.
A partir da análise de textos de Descartes, Pascal, La Bruyère e La Rochefoucauld, pretende-se investigar as diferentes posições que esses autores assumem em face de certas questões cruciais da filosofia moral, especialmente no que concerne à problemática do eu.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP