A Teoria dos Jogos tem como premissa a ação estratégica racional dos atores. Na Ciência Política, as possibilidades de aplicação são inúmeras: Estados, partidos, políticos, eleitores, lideranças,... As ações destes atores podem ser tratadas a partir da aplicação da Teoria dos Jogos. Desde os trabalhos seminais de Von Neumann e Morgenstern, passando por Nash, o avanço obtido nesta área do conhecimento nas ciências sociais de maneira geral é inegável. Atualmente, em nossa disciplina, sua aplicação ganha bastante importância com as aplicações de experimento. Assim, o objetivo desta disciplina é o de instrumentalizar os alunos a utilizar esta ferramenta de análise, a partir (1) da compreensão dos modelos teóricos; (2) da discussão em torno de exemplos aplicados à Ciência Político; e (3) do treino da elaboração teórica dos modelos matemáticos que suportam o uso empírico dos modelos.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP