Filosofia
Ajuda com Pesquisar cursos
UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE FILOSOFIA FILOSOFIA GERAL III 1 o semestre de 2015 Disciplina optativa Destinada: alunos de Filosofia e de outros departamentos Código: FLF0441 Pré-requisito: FLF0113 e FLF0114 Prof. Dr. Márcio Suzuki Prof. Dr. Maurício Ramos Carga horária: 120h Créditos: 06 Número máximo de alunos por turma: 80 TÍTULO: Forma e vida I - OBJETIVOS Nas aulas dedicadas aos aspectos estéticos da relação forma e vida buscar-se-á levantar algumas noções importantes para a formação do pensamento morfológico goethiano. A proposta é ler e analisar principalmente dois textos: A metamorfose das plantas e A viagem à Itália, procurando discutir como, para Goethe, a atividade artística está interligada à atividade científica. Nas aulas dedicadas aos aspectos científicos, epistemológicos e históricos, as articulações estéticas entre forma e vida que estiveram presentes de modo central na formação do pensamento morfológico goethiano serão desenvolvidas através do diálogo com três autores cujo pensamento pode ser concebido como propriamente morfológico: Ernst Cassirer, George-Louis Leclercq Comte Buffon e Ernst Haeckel. Do primeiro, tomaremos a ideia básica de que a forma precede a vida, tal como sugerido em sua metafísica das formas simbólicas. Com Buffon, estudaremos o ensaio Histoire des animaux. Nesse clássico da história natural iluminista examinaremos os conceitos de geração espontânea e de moléculas orgânicas; estas últimas serão UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE FILOSOFIA concebidas como inteligíveis a partir de um modelo monadológico físico. Por fim, examinaremos alguns conceitos centrais da morfologia de Haeckel, a saber, os de monera, perigênese e plastídulo, tal como aparecem reunidos sob a ideia de uma psicologia celular. II - CONTEÚDO - o fenômeno originário (Urphänomen); - metamorfose e anatomia; - experiência artística e experiência científica; - a heurística morfológica; - a amplitude da validade do modelo monadológico; - geração orgânica e filosofia natural pré-romântica; - forma, símbolo e vida. - memória e herança orgânica - geração orgânica e geração espontânea - o conceito de forma orgânica elementar III - MÉTODOS UTILIZADOS - leitura e discussão das obras dos autores estudados. IV - ATIVIDADES DISCENTES - participação nas aulas - leitura dirigida de textos - dissertação UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE FILOSOFIA V - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - dissertação e prova. Época e critério de recuperação: Dissertação e/ou prova em data a ser combinada. VI - BIBLIOGRAFIA BUFFON. G.-L. Comte de. Histoire générale des animaux. In: Histoire naturelle. Tome II. Paris: Imprimerie Royale, 1749. CASSIRER, E. The philosophy of symbolic forms: the metaphysics of symbolic forms. v. 4. New Haven/London: Yale University Press, 1996. _____. Las ciencias de la cultura. México D. F.: Fondo de Cultura Económica, 1965. COHN, D. A lira de Orfeu. Goethe e a Estética. Lisboa: Campo das Letras, 2002. FAIVRE, A. Philosophie de la nature. Paris: Albion Michel, 1996. GOETHE, J. W. Doutrina das Cores. Tradução de Marco Giannotti. São Paulo: Nova Alexandria, 1993. _____. Escritos sobre a Arte. Tradução de Marco Aurélio Werle. São Paulo: Humanitas – Imprensa Oficial, 2008. _____. Fausto. Tradução de Jenny Klabin Segall. Apresentação de Marcus Vinicius Mazzari. São Paulo: Editora 34, 2011. _____. O Jogo das Nuvens. Tradução de João Barrento. Lisboa: Assírio & Alvim, 2003. _____. A Metamorfose das Plantas. Tradução de Maria Filomena Molder. Lisboa: Imprensa Nacional – Casa da Moeda, 1993. UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE FILOSOFIA _____. Viagem à Itália. Tradução de Sérgio Tellaroli. São Paulo: Companhia das Letras, 1999. HADOT, P. N’oublie pas de vivre. Goethe et la tradition des exercices spirituels. Paris: Albin Michel, 2008. HAECKEL, E, História da Creação Natural (tradução por Eduardo Pimenta da 7ª edição alemã, 1879). Porto, Chardron, 1930. _____ Perigenesis de las plastídulas, in: El Origen de la Vida, Buenos Aires, Editorial Tor, 1919 [1876]. LACOSTE, J. Goethe. Science et Philosophie. Paris: Puf, 1997. MOLDER, Maria Filomena, O Pensamento Morfológico de Goethe. Lisboa, Imprensa Nacional Casa da Moeda, 1995.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP