Ecologia
Apresentar e discutir diversos aspectos teóricos e práticos relacionados ao risco de extinção no contexto da conservação biológica.
Esta disciplina tem como objetivo ensinar aos alunos os fundamentos da comunicação científica oral para situações de discurso público.
Prover meios para que os alunos apliquem as noções teóricas básicas que lhes são apresentadas na disciplina “Estatística”, ministrada por outra unidade, a dados biológicos/ecológicos. Ao final da disciplina espera-se que os participantes tenham domínio dos conceitos e procedimentos básicos em análise quantitativa, que estejam aptos a aplicar os conhecimentos adquiridos e a relatar os resultados e interpretações de forma clara e precisa tanto do ponto de vista conceitual como da língua portuguesa.
1) Fornecer as bases teóricas referentes aos níveis de organização de indivíduos a populações; 2) Fornecer conceitos sobre padrões e processos em sistemas ecológicos; 3) Fornecer apoio conceitual para as demais disciplinas da área de Ecologia; 4) Estabelecer relações entre as abordagens dos conteúdos desta disciplina e as utilizadas no Ensino Básico, a fim de favorecer a transposição de conceitos ecológicos, no âmbito da Prática como Componente Curricular. 5) Fornecer oportunidades para que os alunos aprimorem a utilização da língua portuguesa, tanto na comunicação escrita quanto na verbal.
Apresentar, para alunos que já aprenderam uma base em ecologia, temas avançados que envolvam problemas ecológicos enfrentados pelos animais. Fornecer oportunidades para que os alunos aprimorem o uso da língua portuguesa, em especial na redação de relatórios de exercícios teórico-práticos.
1) apresentar noções básicas dos processos físicos envolvidos na caracterização do clima em suas diversas escalas; 2) Caracterizar os padrões climáticos como processos envolvendo fluxos de energia e massa. 3) Definir os processos típicos das diferentes escalas do clima e seu papel na interação entre os organismos e o meio. 4) Habilitar para a elaboração de projetos envolvendo o estudo do microclima ou inclusão desse estudo em projetos de outra natureza. 5) Estabelecer a relação entre o conteúdo desta disciplina e o conteúdo programático do ensino básico afim de possibilitar a transposição dos conceitos e práticas relacionadas ao ambiente no âmbito da Prática como Componente Curricular.
1. Apresentar e discutir estudos que enfatizam a relação entre ecologia e evolução. 2. Discutir as consequências da relação entre ecologia e evolução para a dinâmica populacional e montagem de comunidades. 3. Discutir estudos com abordagens teóricas e empíricas na área de ecologia evolutiva, a fim de que perguntas e delineamentos de amostragem possam ser amadurecidos. 4. Fomentar o pensamento crítico e a participação ativa dos alunos nas discussões e na produção de material. 5. Fornecer oportunidades para que os alunos aprimorem a utilização da língua portuguesa, tanto na comunicação escrita quanto na verbal.
1. Apresentar a filosofia e o histórico da proposta pedagógica EEPE, baseada no Ciclo de Indagação, como um caminho para a educação ecológica; 2. Exercitar o uso do Ciclo de Indagação, explorando os elementos naturais presentes no ambiente escolar, a fim de conhecer e compreender processos ecológicos a partir de experiências próprias; 3. Exercitar a arte de fazer perguntas, segundo algumas pautas universais; 4. Exercitar o delineamento de amostragem e a reflexão com base em evidências; 5. Apresentar a declaração de princípios da proposta pedagógica EEPE: compromissos, ética e aplicações; 6. Fornecer aos educadores uma ferramenta que possibilite formar membros ativos que pensem e decidam de forma crítica sobre o uso e conservação do meio ambiente em geral e da biodiversidade em particular.