Ciência do Solo
Capacitar os estudantes de graduação a avaliar processos biológicos que ocorrem no solo e sua relação com as transformações biogeoquímicas de diferentes espécies químicas de interesse para a produção agrícola e florestal, bem como para a qualidade do ambiente.
Capacitar os estudantes de graduação a avaliar processos biológicos que ocorrem no solo e sua relação com as transformações biogeoquímicas de diferentes espécies químicas de interesse para a produção agrícola e florestal, bem como para a qualidade do ambiente.
a. Abordar os temas aplicados da ciência do solo como uma continuidade do desenvolvimento conceitual de suas áreas básicas (física, química, biologia do solo e pedologia); b. Demonstrar e discutir as vantagens e restrições das tecnologias de melhoramento funcional do solo considerando seu papel na produção agrícola, ciclo hidrológico e conservação de recursos naturais e genéticos; c. Capacitar o aluno na elaboração de projetos de planejamento do uso da terra para fins agrícolas e ambientais.
Capacitar o aluno a entender os processos de degradação ambiental, compreender as suas causas, conseqüências e impactos ambientais. Avaliar as formas de recuperação mais adequadas em situações específicas. Estabelecer as ações de recuperação definidas pelas características do entorno e pelo histórico de degradação.
Conhecer o solo, sua origem e distribuição na paisagem. Identificar e conhecer os processos formadores de solos. Capacitar o aluno a reconhecer no campo os diferentes tipos de solos, interpretando suas vantagens e limitações aos usos agrícola e ambiental. Aprender o sistema brasileiro e conhecer os sistemas internacionais de classificação de solos. Interpretar mapas de solos para fins agrícolas e ambientais.
Dar uma visão ao aluno dos problemas de nutrição mineral das plantas, da sua importância e da sua interação com outras disciplinas dos cursos de Agronomia e Engenharia Florestal, sendo estudados com detalhes as funções dos nutrientes, conforme o programa seguinte.
Dar ao aluno a formação básica para caracterizar e utilizar os diferentes solos, particularmente os existentes na região tropical, a fim de capacitá-lo a compreender a importância dos fatores edafológicos na preservação do ambiente.
A disciplina objetiva que o aluno entenda os efeitos das correção e adubação do solo na produtividade das culturas, bem como relacionar a aplicação de fertilizantes com a melhor resposta das culturas agrícolas.
- Apresentar ao aluno as principais propriedades físicas do solo relacionadas à estrutura e ao comportamento da água.
- Apresentar ao aluno as principais propriedades físicas do solo relacionadas à estrutura e ao comportamento da água.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP