Compreender alguns dos elementos constitutivos do arranjo sociotécnico, cultural e político que se
define como capitalista, em seu atual estágio de desenvolvimento, é a proposta deste curso. O curso
mescla análises em diferentes escalas (do macro para o micro, de casos locais a tendências globais)
para introduzir às alunas e aos alunos de graduação em ciências sociais um retrato, ainda que
parcial, desse arranjo. Na reconstrução desse arranjo de vida coletiva o curso propõe um esforço
coletivo de interrogação sobre (1) quais são os vetores principais na conformação desse arranjo de
vida coletiva e (2) quais os aspectos desse arranjo singularizam a experiência social contemporânea
e diferem dos que estavam postos, de acordo com diferentes interpretações.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP