Educação, Informação e Comunicação
Os principais objetivos dessa disciplina são: A. Ampliar o leque de técnicas e apresentar, com maior profundidade, as principais práticas para o inicio das atividades de Inteligência Competitiva (IC) em instituições públicas e privadas. B. Consolidar os conhecimentos, as habilidades e as atitudes mais necessários ao início das atividades de IC.
A disciplina visa o estudo das relações entre os temas Neuropsicologia e Educação com foco na identificação de contribuições para a compreensão dos processos de ensino e aprendizagem nas relações de ensino. Para tanto, serão efetivados dois momentos distintos: um de estudo orientado acerca do desenvolvimento biológico humano (especificamente sobre o funcionamento cerebral) nas obras de Lev Semionovich Vigotski e Alexander Romanovich Luria, autores de referência da Psicologia histórico-cultural e; em outro momento priorizaremos o estudo das publicações atuais acerca do referido tema em bases de dados consolidadas.
1. Propiciar aos alunos de pós-graduação em educação, stricto sensu, reflexões e análises acerca da formação pedagógica do docente para a educação superior por meio do desenvolvimento de bases teórico-metodológicas, no qual emerge o sentido e o papel social da universidade pública brasileira. 2. Contextualizar a docência universitária no que diz respeito à políticas, identidade e profissionalização, bem como caracterizar a matriz organizativa dos saberes dos professores relacionados ao campo didático e pedagógico. 3. Identificar e compreender as diferentes tendências e/ou abordagens pedagógicas, seus impactos na didática, no currículo, bem como seus limites e possibilidades enquanto norteadoras do processo de ensino-aprendizagem universitário, no contexto atual. 4. Identificar e apreender a sala de aula universitária como um espaço multidimensional, de exercício de práticas social e cultural, de construção de conhecimentos e culturas por diferentes atores em interação. 5. Compreender a importância da organização da prática didática universitária, os diferentes níveis de planejamento relacionados a essa organização, bem como os elementos do processo de ensino. 6. Investigar e discutir as atuais perspectivas da pesquisa na área de formação de professores para a educação superior.
Desenvolvimento de atividades práticas como formas de construção de conhecimentos centrados na utilização da informação.
Introduzir os conceitos de classificação e de organização da informação. Capacitar para a identificação da estrutura e função dos principais sistemas de classificação bibliográfica, formas de utilização e pertinência de uso, segundo objetivos institucionais e características dos documentos. Abordar o uso dos princípios da classificação para a organização de informações em novos contextos.
O objetivo da disciplina é promover a compreensão do processo completo de Gerenciamento Eletrônico de Documentos (GED) por meio do estudo dos conceitos, legislações e tecnologias que permeiam o documento em formato eletrônico.
Estudo dos conceitos de cultura e de suas relações com os processos de construção social de conhecimentos e significações, consideradas as condições de produção, distribuição e recepção de informações em diferentes contextos histórico-culturais.
A disciplina objetiva apresentar aos alunos teorias, técnicas e ferramentas administrativas voltadas à gestão de Unidades e Serviços de Informação.
Com enfoque prático e empreendedor, e dotada de discussões e atividades voltadas ao estabelecimento de uma atitude proativa frente à Inteligência Competitiva (IC), a disciplina tem como principais objetivos: A. Apresentar, de forma introdutória, as principais práticas para o início das atividades de IC em instituições públicas e privadas. B. Desenvolver os conhecimentos, as habilidades e as atitudes mais necessárias ao início das atividades de IC.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP