Concebida com vistas a favorecer a reflexão sobre as múltiplas dimensões que envolvem as relações entre agricultura, sociedade e natureza, a disciplina focaliza estudos sociológicos e antropológicos que permitam percorrer o vasto campo de questões que emergem neste âmbito. Assim, a formatação da disciplina prevê um estudo introdutório de conceitos e debates pertinentes na esfera da sociologia e da antropologia, para examinar processos sociais em torno do desenvolvimento ocidental que possam iluminar o lugar da agricultura em nossa sociedade. A emergência das questões ambientais e suas repercussões sociais será particularmente considerado.
Analisar as consequências do Golpe de Estado de 2016 nas políticas públicas relativas ao ambiente. Analisar o contexto e as causas do Golpe de Estado; o contexto internacional e interno; as propostas subjacentes que conduziram os golpistas à ação; explicitar mudanças nas políticas ambientais implementadas pelo governo Temer, buscando expor o ideiário neoliberal, antiambiental e antinacional das medidas adotadas. Analisar a causas da fragilidade da democracia brasileira.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP