Ciências Biológicas
A disciplina tem como objetivo geral permitir aos alunos terem os conhecimentos básicos fundamentais de técnicas de biologia molecular e genômica envolvidos em processos biotecnológicos e moleculares nas diversas áreas das Ciências Biológicas.
Capacitar o aluno para que tenha os conhecimentos básicos e necessários para compreensão dos fenômenos biológicos ao nível das transformações moleculares dos constituintes celulares. Para tal, o aluno tem contacto com os constituintes celulares (carboidratos, lipídios, proteínas, aminoácidos, ácidos nucleicos, enzimas, vitaminas, etc), e as principais vias metabólicas envolvendo esses constituintes celulares, o objetivo último da disciplina é fazer o aluno compreender, em nível molecular, os processos biológicos como respiração, crescimento, transmissão da hereditariedade e fotossíntese.
1. Fornecer subsídios para identificação de espécies vegetais nativas e cultivadas, bem como oferecer uma visão geral da diversidade biológica, características morfológicas, padrões de ciclo de vida, considerações filogenéticas e ecológicas dos principais grupos de briófitas, licófitas, monilófitas, gimnospermas e angiospermas.
O conteúdo de Anatomia Vegetal será explorado visando fornecer aos alunos os fundamentos teóricos e práticos necessários para a compreensão dos processos fisiológicos nos vegetais.
A) Área de Sistemática: Propiciar um contato direto do aluno com pesquisas em botânica sistemática e ecologia vegetal, incluindo os processos de revisão bibliográfica, elaboração de projeto, coleta e análise de dados e execução de relatório final. B) Área de Bioquímica: Oferecer ao aluno possibilidades de ampliar os conhecimentos adquiridos durante as aulas teóricas e práticas das disciplinas dos Cursos de Engenharia Agronômica e Florestal. Melhorar o processo de aprendizagem através do contato direto do aluno com as atividades laboratoriais, de campo e de casa-de-vegetação. Permitir que o aluno conheça as atividades rotineiramente desenvolvidas por laboratório de análises químicas e produtores hidropônicos ou por entidades públicas responsáveis pela pesquisa em áreas afins. C) Área de Ecologia: aprimorar no aluno os conhecimentos teóricos e principalmente práticos sobre os métodos de estudo da ecologia tropical, principalmente os que envolvem ecologia vegetal, agroecologia e restauração ecológica. D) Área de Zoologia de Vertebrados: propiciar ao aluno a possibilidade de iniciar-se na prática de pesquisa e em atividades de extensão em Zoologia de Vertebrados por meio da execução de trabalhos de campo ou laboratório, revisões bibliográficas e redação de comunicações científicas. E) Área de Anatomia Vegetal: elaboração e execução de projeto de pesquisa na área. Para tal o aluno terá que ter aprendido as técnicas de preparo de lâminas histológicas anteriormente ao estágio aqui proposto.
Dar aos alunos condições de reconhecer os componentes dos ecossistemas naturais e dos agroecosssitemas, seu funcionamento e dos mecanismos de sua auto-perpetuação. Permitir aos alunos reconhecer as conseqüência das intervenções antrópicas sobre os ecossistemas naturais e os agroecossistemas e os métodos capazes de garantir o planejamento do seu uso, preservação e/ou restauração.
Dar aos alunos condições de reconhecer os componentes das Comunidades Naturais seu funcionamento e os mecanismos de sua auto-perpetuação. Estabelecer as Relações entre a organização das Comunidades e a Biodiversidade. Permitir aos alunos reconhecer as conseqüência das intervenções antrópicas sobre as comunidades e os métodos capazes de garantir o planejamento do seu uso, preservação e/ou restauração.
- Propiciar aos alunos o estudo teórico e prático dos caracteres anatômicos vegetativos e reprodutivos das plantas superiores analisando o crescimento e o desenvolvimento à partir do embrião até a planta adulta.
Propiciar aos alunos o estudo teórico-prático dos caracteres anatômicos e organográficos dos órgãos vegetativos e reprodutivos das plantas superiores.
Propiciar aos alunos o estudo teórico-prático dos caracteres anatômicos e organográficos dos órgãos vegetativos e reprodutivos das plantas superiores.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP