Ajuda com Pesquisar cursos
Apresentar, discutir e analisar aspectos metodológicos dos estudos da área de epidemiologia. Esta disciplina pretende reforçar os conceitos apreendido nas demais disciplinas de Epidemiologia (Princípios de Epidemiologia, Introdução a Análise Epidemiológica e Prática em pesquisa epidemiológica) por meio da discussão de estudos publicados. Pretende-se que a teoria se junte à prática, de forma que os alunos possam entender e aplicar as qualidades do método epidemiológico avaliando o ideal e o plausível na realização de estudos epidemiológicos.
Ao final do curso, o aluno deverá ser capaz de: - Conhecer as relações entre direitos humanos e ciclos de vida em questões de saúde, com base em aportes teóricos oferecidos na disciplina e em documentos legais de direitos humanos de abrangência nacional ou internacional; - Desenvolver avaliação de risco epidemiológico e de vulnerabilidade de questões de saúde nos ciclos de vida; - Desenvolver abordagem em saúde baseada nos direitos humanos
Proporcionar ao aluno de pós-graduação habilidade para o acesso e utilização da informação científica veiculada no formato impresso e eletrônico. Instruir os alunos na elaboração e apresentação de artigos de pesquisa de acordo com técnicas e normas de redação científica
Oferecer aos alunos conhecimentos básicos do método epidemiológico de forma a familiarizá-los com a caracterização e quantificação de agravos à saúde na população e com os principais elementos do delineamento de estudos epidemiológicos, com ênfase na implantação e análise de um estudo epidemiológico descritivo, possibilitando a realização da análise da situação de saúde de uma determinada área geográfica.

Propiciar ao aluno

  1. aproximação com as bases teóricas das políticas e dos sistemas de proteção social, sua emergência nas sociedades industriais modernas e seu percurso no Brasil;
  2. as correlações entre política social e as teorias de justiça;
  3. as definições da promoção da saúde e as ligações com sistemas de proteção social;
  4. a evolução do pensamento sócio-sanitário e impactos na organização dos serviços de saúde;
  5. a contemporaneidade e os desafios teórico-práticos para a efetivação das políticas de promoção da saúde a partir dos determinantes distais e com foco na intersetorialidade, em particular das políticas relacionadas à Segurança Alimentar e Nutricional e ao Envelhecimento e Saúde Pública.
1.Abordar os fundamentos teóricos sobre o que se designa por metodologia de pesquisa no âmbito das ciências sociais; 2. Apresentar as principais técnicas utilizadas na investigação qualitativa em saúde; 3. Refletir sobre dimensões éticas na investigação social em saúde.
Este curso destina-se a introduzir o estudo da segurança nos cuidados de saúde materna, incluindo as suas bases biológicas e epidemiológicas, a perspectiva dos direitos humanos e as inovações nas políticas de saúde pública.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP