O Beethoven de DeNora: o contexto está no texto

Resumo: Estudo sobre a repercussão do livro de DENORA (1995), e discussão sobre os conceitos que vêm à tona, a partir de uma abordagem sociológica do fenômeno do "gênio criador"; do surgimento do conceito de "música séria"[i] em oposição ao entretenimento; das estratégias de ocupação de um determinado campo cultural e suas aplicações em novos contextos. Todos os fatores que elegeram Beethoven são inoperantes num mundo em que novas regras se impõem na produção artística, tanto quanto na produção de mercadorias em geral: essa a principal contribuição do livro, que passou despercebida pela maioria das resenhas publicadas à época de sua publicação. Os esquissos do projeto da música dita "séria" são facilmente detectáveis na obra de Beethoven, em que sua busca de profundidade, em oposição à música leve, atinge novos patamares pari passu com sua posição social como compositor.

Palavras-chave: Beethoven; cânone; classicismo vienense; contexto de recepção; música e sociedade; Tia DeNora



Notas

[i] Não há aqui qualquer intenção hegemônica: o termo "música séria" é utilizado para designar a nova ideologia que começava a se fixar naquele contexto.