Programação

  • 01 – Tema

    01 – Tema: Conceitos de Metadados

    Objetivo: Apresentar a definição de metadados.


    • 02 – Tema

      02 – Tema: Tipologia dos Metadados

      Objetivo: Mostrar algumas tipologias de metadados e suas aplicações para compreender a diversidade e as possibilidades de descrição de conteúdos digitais.


      • 03 – Tema

        03 – Tema: Universo metadados

        Objetivo: Demonstrar como os metadados têm se constituído no centro de numerosas iniciativas surgidas tanto no âmbito da biblioteca, museologia, arquivologia e agências de informação.


        • 04 – Tema

          04 – Tema: Linguagens de marcação: HTML / XML

          Objetivo: Explicar como a web define as linguagens empregadas para enviar os dados que circulam entre o servidor e o cliente, que especificam a codificação dos objetos digitais que constituem um documento e as maneiras de representar seus enlaces.


        • 05 – Tema

          05 – Tema: Padrão Dublin Core

          Objetivo: Analisar o padrão de metadados mais popular no ambiente da Biblioteconomia. Comentar sua estrutura e aplicação.

        • 06 – Tema

          06 – Tema: Conceito de bibliotecas digitais e repositórios institucionais

          Objetivo: Compreender as novas terminologias que redefine os espaços de organização dos ativos digitais, os serviços online de acesso e uso da informação.

        • 07 – Tema

          07 – Tema: MTD-BR: Metadados para Descrição de Teses e Dissertações adotado pela BDTD

          Objetivo: Refletir sobre a implantação de repositórios institucionais nas universidades brasileiras e a adoção de padrão de metadados. Destacar ainda o ETD-MS: Metadata Standard for Electronic Theses and Dissertations.

        • 08 e 09 – Tema

          08 e 09 – Tema: Outros formatos de metadados

          Objetivo: Refletir sobre o crescimento dos ativos digitais e outros padrões de metadados da área. Em especial apresentar os formatos: PREMIS: Preservation Metadata: Implementation Strategies; MODS:  Metadata Object Description Schema; e METS: Metadata Encoding and Transmission Standard.

          • 10 e 11 – Tema

            10 e 11 – Tema: Conceitos de Websemântica e de Interoperabilidade

            Objetivo: Entender o que é a Web Semântica e a relação com os metadados. Compreender o significado da interoperabilidade e a relação com os metadados.

            • 13, 14, 15 - Trabalho

              13, 14, 15 – Trabalho final:

              Objetivo: Desenvolver uma abordagem ou reflexão sobre a temática dos metadados ou análise de um processo da sua aplicação.

              Proposta do Trabalho: desenvolver a abordagem, reflexão ou análise no formato de um texto acadêmico ou modelo de texto para os eventos: CBBD ou SNBU. Observação: tema que for muito recorrente (repetido) nos trabalhos será avaliado insuficiente.

              • Bibliografia

                Bibliografia:

                 Alves, R. C. V. Web Semântica: uma análise focada no uso de metadados. Marília, 2005. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Faculdade de Filosofia e Ciências – UNESP.

                Codina, L.; Marcos, M. C.; Pedraza, R. Web Semántica y sistemas de información documental. Gijón: Trea, 2009.

                GRACIO, J. C. A. Metadados para a descrição de recursos da Internet: o padrão Dublin Core, aplicações e a questão da interoperabilidade. Marília, 2002. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Faculdade de Filosofia e Ciências, UNESP.

                Keefer, A.; Gallart, N. La preservación de recursos digitales: el reto par alas bibliotecas del siglo XXI. Barcelona: Editorial UOC, 2007.

                Méndez Rodríguez, E. M. Metadatos y recuperación de información: estándares, problemas y aplicabilidad en bibliotecas digitales. Gijón: Trea, 2002.

                Mesquita, C.S.F.; Bretas, N.L.(org). Panorama da Interoperabilidade no Brasil. Brasília, DF: MP/SLTI, 2010.

                Osti, M. V. Los linguajes de la web. In.-----El hipertexto entre la utopia y la aplicación: identidade, problemática y tendências de la web. Gijón: TREA, 2004.

                ROSETTO, M. Metadados e formatos de metadados em sistemas de informação: caracterização e definição. São Paulo, 2003. Dissertação (Mestrado) – Escola de Comunicações e Artes. Universidade de São Paulo.

                Tammaro, A. M.; Salarelli, A. A biblioteca digital. Brasília, DF: Briquet de Lemos, 2008.

                Witten, I.H.; Bainbridge,D. How to build a Digital Labrary. San Francisco: Morgan Kaufmann, c2003.

                PREMIS Preservation Metadata. http://www.loc.gov/standards/premis/

                MODS. Metadata Object Description Schema. http://www.loc.gov/standards/mods/

                METS: Metadata Encoding and Transmission Standard. http://www.loc.gov/standards/mets/