Realizar um estudo contrastivo das disciplinas em questão, tendo em vista os níveis microtextuais e macrotextuais. No nível microtextual seriam enfocados os níveis lexical, sintático e semântico: organização sintática, características morfológicas e singularidades de cada língua nesses aspectos. Já no nível macrotextual os temas abordados girariam em torno das noções de coesão e coerência textual, bem como de análises dos tipos textuais mais característicos de cada língua e de seus efeitos nas correspondentes culturas. É sabido que muitas vezes numa tradução a forma do texto deve ser adaptada à da cultura-alvo, e é importante que os alunos/futuros tradutores tenham uma visão mais crítica a esse respeito. No conjunto, a disciplina pretende sensibilizar os aprendizes de tradução e de inglês como língua estrangeira para fenômenos lingüísticos que, no confronto desses dois idiomas, podem constituir potencialmente fontes de dificuldades de compreensão e, como decorrência disso, de erros e inadequações de tradução.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP