Os estudos de estratificação social têm como objetivos principais identificar a forma e os contornos dos estratos sociais (“classes sociais”, “estamentos”, “castas”) que reflitam as principais divisões sociais existentes em uma dada sociedade em certo momento histórico (fundamentos de tais divisões: controle de propriedade da terra, meios de produção, pureza étnica etc.), descrever os processos pelos quais os indivíduos são alocados a esses estratos (competitivos ou hereditários) e revelar os mecanismos institucionais por meio dos quais são geradas e reproduzidas as desigualdades sociais (ex. mercado, sanções legais ou convenções).

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP