Saúde Materno-infantil
Ajuda com Pesquisar cursos

Conhecer os aspectos biopsicossociais das fases do curso da vida: gestantes e nutrizes, crianças e adolescentes. Conhecer os aspectos biopsicossociais da saúde da mulher com a interface da gestação e lactação. Conhecer as políticas e programas de atenção integral à saúde para gestantes, nutrizes, crianças e adolescentes. Reconhecer a inserção do nutricionista dentro das políticas e programas.

Conhecer os aspectos biopsicossociais das fases do curso da vida: gestantes e nutrizes, crianças e adolescentes. Conhecer os aspectos biopsicossociais da saúde da mulher com a interface da gestação e lactação. Conhecer as políticas e programas de atenção integral à saúde para gestantes, nutrizes, crianças e adolescentes. Reconhecer a inserção do nutricionista dentro das políticas e programas.

Discutir os fundamentos e as origens históricas dos conceitos de evidências e sua aplicação em Saúde Pública. Apresentar os roteiros de avaliação crítica de estudos em saúde. Introduzir o debate sobre os limites e possibilidades do uso dos desenhos experimentais sobre os objetos complexos como os da Saúde Pública. Introduzir aluno as aplicações dos conceitos de evidências na saúde pública no Brasil e no mundo, e seu papel na promoção das mudanças de práticas. Discutir a especificidade do caso brasileiro. Introduzir o aluno sobre como proceder a atualização das revisões sistemáticas e o uso da Biblioteca Cochrane, da Colaboração Campbell e do Instituto Joanna Briggs. Apresentar e discutir as revisões sistemáticas sobre as práticas efetivas, cotejá-las com a realidade brasileira e discutir as políticas para sua adequação. Discutir os desafios para a implementação de mudanças institucionais, e a metodologia dos estudos sobre a mudança, tomando como estudo de caso a assistência materno-infantil no Brasil.

Capacitar o aluno no acesso à informação especializada, técnica e científica, de interesse para a área de saúde pública e orientá-lo no uso dessa informação, a partir da hierarquização e organização crítica da informação visando a sua divulgação.

Introduzir o aluno à compreensão das rupturas epistemológicas que caracterizam o processo histórico gerador do sistema capitalista no mundo ocidental, e que possibilitou a emergência e consolidação da Ciência Moderna, sua concepção de pensamento científico e dos fundamentos ontológicos, epistemológicos e lógicos que o sustentam. Promover a reflexão e debate sobre a Saúde Pública como campo de conhecimento disciplinar e interdisciplinar, que requerem, para a produção de conhecimento, disciplinas pertencentes às áreas das Ciências Naturais, Formais e Sociais e Humanas. Promover a reflexão e debate sobre exemplos de temas relativos a fenômenos complexos - característicos do campo - que apresentam desafios de natureza teórica, metodológica, assim como tecnológica para a geração de conhecimento.

Introduzir questões referentes à pesquisa social em saúde a partir de abordagens compreensivas.

Introduzir questões referentes à pesquisa social em saúde a partir de abordagens compreensivas.

Desenvolver entre os graduandos de Saúde Pública competências e habilidades para reconhecer as necessidade de saúde e implementar ações necessárias para o atendimento de mulheres no ciclo gravídico-puerperal, de criança menores de 9 anos e de adolescentes.

Desenvolver entre os graduandos de Saúde Pública competências e habilidades para reconhecer as necessidade de saúde e implementar ações necessárias para o atendimento de mulheres e homens na fase da vida adulta, no climatério e no envelhecimento.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP