Enfermagem de Saúde Coletiva



1. OBJETIVO GERAL:
 Propiciar o desenvolvimento e a integração de conhecimentos, habilidades e atitudes do estudante para o processo de cuidado de enfermagem, visando atenção integral e humanizada às necessidades de saúde dos usuários (pessoas, famílias e grupos) em Unidades Básicas de Saúde. 


2. OBJETIVOS ESPECÍFICOS DA AÇÃO DISCENTE: Aplicar o roteiro de reconhecimento do trabalho da enfermagem na Atenção Básica durante a participação nas atividades; Elaborar projetos de cuidado de enfermagem em saúde coletiva voltados a necessidades de saúde de grupos sociais, a partir das diretrizes do Sistema Único de Saúde e considerando as políticas estatais de saúde.




1. OBJETIVO GERAL: Propiciar o desenvolvimento e a integração de conhecimentos, habilidades e atitudes do estudante para o processo de cuidado de enfermagem na saúde do adulto e do idoso, visando a atenção integral e humanizada e as necessidades de saúde dos usuários (pessoas, famílias e grupos) em Unidades Básicas de Saúde. 

2. OBJETIVOS ESPECÍFICOS DA AÇÃO DISCENTE:
Aplicar conceitos de promoção e recuperação da saúde, prevenção de doenças e agravos, no cuidado de enfermagem na saúde do adulto e do idoso na Atenção Básica; Prestar cuidados de enfermagem na saúde do adulto e do idoso, pautados no contexto social, no perfil epidemiológico em que se inserem e nas dimensões clínica, ética e relacional/interacional; Identificar elementos do processo de trabalho assistencial de enfermagem e de saúde na Atenção Básica.

Discutir temas atuais e relevantes para a saúde coletiva no que concerne à saúde sexual e reprodutiva. Familiarizar o/a aluno/a ao perfil de saúde sexual e reprodutiva da população brasileira em relação à saúde materna, intencionalidade da gravidez, contracepção, abortamento, gravidez na adolescência e mortalidade materna. Oferecer subsídios teóricos para o desenvolvimento de pesquisas com abordagem na saúde sexual e reprodutiva.

1. OBJETIVO GERAL: Interpretar a ocorrência e o enfrentamento das doenças transmissíveis e desenvolver práticas de enfermagem voltadas às ações de vigilância em saúde, segundo o referencial teórico da Determinação Social do Processo Saúde-Doença. 


2. OBJETIVOS ESPECÍFICOS DA AÇÃO DISCENTE:  Reconhecer as práticas de saúde voltadas às doenças transmissíveis de maior prevalência nosso meio; Desenvolver o raciocínio clínico e epidemiológico na atenção às DT; Analisar dados dos sistemas de vigilância epidemiológica; Executar ações de vigilância epidemiológicas das doenças transmissíveis; Reconhecer as potencialidades e os limites das estratégias de enfrentamento das DT; Reconhecer a articulação entre as práticas de saúde realizadas na atenção especializada e as desenvolvidas na Atenção Básica (referência e contra-referência, integralidade do sistema); Reconhecer preconceitos, representações e ações de discriminação frente às doenças transmissíveis; Interpretar a ocorrência das doenças transmissíveis à luz do conceito de Vulnerabilidade.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP