Agenda do Curso

  • AULA 1 - 3 DE MAIO

    Profa. Dra. Ana Cândida Avelar (UnB)

    A presença do Informalismo e a ausência dos expressionistas abstratos na coleção MAC USP


    Textos

    LEJA, Michael. Reframing Abstract Expressionism: subjectivity and painting in the 1940s. New Haven; London: Yale University Press, 1993.


    MAGALHÃES, Ana. “Um outro acervo do MAC USP: Prêmios-Aquisição da Bienal de São Paulo, 1951-1963” (texto de exposição). Curadoria Ana Magalhães. Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo. 25 ago 2012 a 28 jul 2013. Disponível no site: <http://www.mac.usp.br/mac/EXPOSI%E7oes/2012/outroacervo/index.htm>.


    GUILBAUT, Serge. “Disdain for the Stain”. Em: MARTER, Joan. Abstract Expressionism: the international context. New Jersey: Rutgers University Press, 2007.




    • AULA 3 - 5 DE MAIO

      Profa. Dra. Ana Cândida Avelar (UnB)

      Gestualidade controversa: a ilusão do gesto em Inventário: arte outra, de Gustavo von Ha


      Texto

      GALARD, Jean. A beleza do gesto: uma estética das condutas. São Paulo: Edusp, 1997.



      DANTO, Arthur. Após do fim da arte: a arte contemporânea e os limites da história. São Paulo: EDUSP, 2006.


      Convidados: Gustavo von Ha e Prof. Rodrigo Queiroz



      • AULA 4 - 8 DE MAIO

        Profa. Dra. Ana Cândida Avelar (UnB)

        Sentidos diversos da Geração 80: gesto heroico e gesto crítico


        Textos

        REINALDIM, Ivair Junior. Arte e crítica de arte na década de 1980: vínculos possíveis entre o debate teórico internacional e os discursos críticos no Brasil. Tese (Pós-graduação em Artes Visuais), Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro, EBA/ UFRJ. Rio de Janeiro, 2012


        RAMOS, Nuno. “Vida maravilhosa. Exposição de esculturas de Paulo Monteiro. São Paulo: Galeria Marília Razuk, setembro de 1998”. Novos Estudos CEBRAP, São Paulo, n.53, mar.1999. Disponível no site: <novosestudos.uol.com.br/v1/files/20080627_vida_maravilhosa.pdf‎>.


        GUINLE, Jorge. “Papai era surfista profissional, mamãe fazia mapa astral. “Geração 80” ou como matei uma aula de arte   num shopping center”. Em: BASBAUM, Ricardo. Arte contemporânea brasileira. Rio de Janeiro: Contra Capa, 2000.


        • AULA 5 - 9 DE MAIO

          Profa. Dra. Ana Gonçalves Magalhães

          Norte-americanos e europeus: o debate abstrato na Bienal nos anos 1950/1960


          Textos:

          ARGAN, Giulio Carlo, “Salvación y caída del arte moderno” In: Salvación y caída del arte moderno. Buenos Aires: Editora Nueva Visión, 1966 (1a. Edição 1964), p. 40-76.

          GREENBERG, Clement. “Modernist Painting” In: FRASCINA, Francis & HARRIS, Jonathan (org.). Art in Modern Culture. An Anthology of Critical Texts. Londres: Phaidon Press (Coleção Open University), 1992, p. 308-314.


          PEDROSA, Mário, “As duas posições, ou Pollock e Vedova” In: Modernidade cá e lá [Otília Arantes, org.], vol. 4. São Paulo: Edusp, 2000, p. 337-340.



        • AULA 6 - 10 DE MAIO

          Profa. Dra. Ana Cândida Avelar (UnB)

          Figuração gestual: Grupo Cobra, Serpa e Shiró


          KURCZYNSKI, Karen. “Ironic gestures: Asger Jorn, Informel and Abstract Expressionism”. Em: MARTER, Joan. Abstract Expressionism: the international context. New Jersey: Rutgers University Press, 2007.


          FERREIRA, H. M. D. Ivan Serpa: o expressionista concreto. Niterói: EDUFF, 1996.



          e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP