OBJETIVOS: A disciplina visa apresentar um apanhado histórico/crítico dos espaços expositivos destinados à exibição de obras de arte, tendo como foco principal o museu. Pretende-se mostrar, a partir de uma abordagem interdisciplinar, que a concepção de espaço em geral, e de espaço expositivo em particular, é historicamente determinada e que por meio da expografia e da arquitetura pode-se identificar diferentes aproximações do conceito de arte e avaliar seus desdobramentos sociais.

 

JUSTIFICATIVA: As exposições de arte são sistemas discursivos dotados de características peculiares. É por meio das exposições que as obras de arte chegam ao público em sua materialidade, situadas em um espaço e um tempo histórico determinado. Além disso, as exposições conferem inteligibilidade às obras o que acaba por interferir no lugar que elas ocupam nas narrativas da história da arte. A história das exposições é hoje um campo de reflexão fundamental para o entendimento do processo de institucionalização da arte e da construção das narrativas contemporâneas acerca dos fenômenos artísticos.

 

O curso visa oferecer subsídios para uma compreensão da produção artística contemporânea, a partir de eixos conceituais interdisciplinares, análise das instituições e do sistema de arte. Visa também apresentar e desenvolver instrumentos críticos para a compreensão de obras e artistas paradigmáticos na História da arte contemporânea.

Este seminário visa trabalhar e refletir com os artistas e pesquisadores da arte contemporânea as questões da arte da performance a partir de seus textos e documentos fundamentais.

Sistematizar o conhecimento da arte telemática nos níveis teórico, histórico, tecnológico e artístico, orientando a concepção, criação, planejamento e produção de eventos de telecomunicação entre indivíduos ou grupos de todo o planeta.

OBJETIVOS: a disciplina visa apresentar um apanhado histórico da arquitetura destinada à exibição de obras de arte, tendo como foco principal o museu. Pretende-se mostrar, a partir de uma abordagem interdisciplinar, que a concepção de espaço em geral, e de espaço expositivo em particular, é historicamente determinada e que por meio da arquitetura projetada para abrigar obras de arte pode-se identificar diferentes aproximações do conceito de arte e avaliar seus desdobram entos sociais.

METODOLOGIA: a disciplina é constituída de aulas expositivas acompanhadas da projeção comentada de imagens e de seminários - preparados pelos alunos - sobre textos teóricos indicados. Os alunos poderão, eventualmente, ser solicitados a visitar exposições em cartaz na cidade como complemento da disciplina.

A disciplina tem por objetivo tratar das principais teorias de história da arte e metodologias de abordagem do fenômeno artístico, partindo da tradição do Renascimento até a colocação da disciplina em xeque através da chamada “Virada Pictórica” da década de 1990 e a abertura do campo científico para o que hoje chamados de “Estudos Visuais”.

Você ainda não se identificou. (Acessar)

Idealização

Realização

Realização

Realização


Tema original por Shaun Daubney