Programação

  • INFOEDUCAÇÃO: teoria e prática

    Restrito Disponível se: Seu Número USP não está vazio

    Origem e contexto da disciplina

    A disciplina Infoeducação: teoria e prática substitui a disciplina Informação, Educação e Conhecimento*, ministrada de 2009 a 2015. Nessa “nova versão”, foram mantidos os conteúdos da disciplina anterior, tais como pressupostos e conceitos, que se referem à problemática que envolve as relações entre Informação e Educação, privilegiando-se, todavia, a abordagem da dimensão formativa da Informação, questão em foco na Infoeducação. A composição dos conteúdos e métodos  desta disciplina toma por base resultados de pesquisas iniciadas em finais dos anos 1980, na Escola de Comunicações, da Universidade de São Paulo, coordenadas por Edmir Perrotti. Este projeto científico, em desenvolvimento até hoje, vem reunindo, desde seu início, pesquisadores e profissionais de variadas procedências, tendo como proposta criar dispositivos de mediação de informação em ambientes educativos, pautados por objetivos de apropriação de conhecimento e cultura.

    Nesse sentido, a disciplina Infoeducação reúne referenciais conceituais e metodológicos aplicáveis tanto a bibliotecas escolares, como bibliotecas públicas e demais ambientes de caráter educativo, essenciais à Biblioteconomia e aos bibliotecários.

    *PIERUCCINI, I. Informação, Educação e Conhecimento: pressupostos e perspectivas da disciplina. In: SILVA, J.F.M; PALETTA, F.C. Tópicos para o ensino da Biblioteconomia. São Paulo : ECA/USP, 2016. p. 41-55

    •         Objetivo: apresentar e discutir concepções e práticas que orientem um novo paradigma de bibliotecas, comprometidas com processos de produção de conhecimento e cultura pelos sujeitos, na contemporaneidade. 

    •         Ementa: Informação e Educação na contemporaneidade; Infoeducação; Infoeducação e biblioteca; mediação cultural; aprendizagens e saberes informacionais; dispositivo e dispositivo informacional dialógico; pedagogias da biblioteca e da informação; Programa de infoeducação.

    Metodologia:

    - Aulas expositivas

    - Palestras

    - Visitas

    - Discussão de textos indicados para leitura

    Avaliação: 

    - Participação em sala de aula;

    - Trabalho final: relatório escrito com as sínteses das aulas e uma reflexão do texto

    “Molas deslaçadas”, articulando-o com as questões tratadas pela disciplina.

    HOGGART, Richard. Molas deslassadas: uma nota sobre os desenraizados e os ansiosos. In: ______. As utilizações da cultura: aspectos da vida cultural da classe trabalhadora. Lisboa: Editorial Presença, 1973. (v. 2).


  • Programa da disciplina

    Restrito Disponível se: Seu Número USP não está vazio

    01 de agosto/Manhã – 03 de agosto/Noite:  Apresentação da disciplina

    08 de agosto/Manhã – 10 de agosto/Noite: Informação e/na sociedade da informação

    Pesquisa dos alunos sobre o tema “sociedade da informação?”

    Foco: elementos da ordem informacional contemporânea

    15 de agosto/Manhã – 17 de agosto/Noite: Informação, Educação e Significação: um novo quadro

    MORIN, Edgar. Os sete saberes necessários à educação do futuro. 3. ed. São Paulo: Cortez; Brasília, DF: UNESCO, 2001.

    Foco: elementos da ordem educacional contemporânea


  • Programa da disciplina

    Restrito Disponível se: Seu Número USP não está vazio

    22 de agosto/Manhã – 24 de agosto/Noite:  Infoeducação: uma terceira margem

    PERROTTI, Edmir.; PIERUCCINI, Ivete. Infoéducation: ceci n´est pas une pipe. À la recherche d´une troisième rive”. Mediadoc Apden, Paris, n.16 : 18-21, juin, 2016. (texto em português)

    Foco: Definição, objeto e objetivos da Infoeducação

    29 de agosto/Manhã – 31 de agosto/Noite: Biblioteca:  um dispositivo histórico-cultural

    PIERUCCINI, I. A informação. In : _____. A ordem informacional dialógica: estudo sobre a busca de informação em Educação. São Paulo. 2004. 194f. Tese (Doutorado) – Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo. p. 28-49. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27143/tde-14032005-144512/pt-br.php

    RODRIGUES, Adriano Duarte. O dispositivo da enunciação. In: ______. Comunicação e cultura: a experiência cultural na era da informação. Lisboa: Presença, 1994. p. 141-156. (TEXTO NA PASTA DA DISCIPLINA)

    Foco: Paradigmas culturais e sua tradução em dispositivos informacionais

    05 de setembro/Manhã 07 de setembro/ Noite: Semana da Pátria (não haverá aula)


  • Programa da disciplina

    Restrito Disponível se: Seu Número USP não está vazio

    12 de setembro/Manhã 14 de setembro/ Noite: Biblioteca e mediações culturais implícitas: o dispositivo informacional

    PERROTTI, Edmir; PIERUCCINI, Ivete. A mediação cultural como categoria autônoma. Informação & Informação, [S.l.], v. 19, n. 2, p. 01-22, out. 2014. Disponível em: <http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/19992>. Acesso em: 03 Ago. 2015.

    Foco: a noção de mediação como criação e o papel do dispositivo como instância de intervenção na ordem cultural

    19 de setembro/Manhã – 17 de setembro/Manhã (SÁBADO): Visita à Rede de Bibliotecas escolares do Centro Educacional da Fundação Salvador Arena/SBC

    Foco: observar a objetivação de um conceito de biblioteca

    26 de setembro/Manhã 21 de setembro/ Noite: O dispositivo informacional dialógico: espaço informacional, repertórios e linguagens documentárias

    PIERUCCINI, I. A ordem informacional dialógica. In: ______.   A ordem informacional dialógica: estudo sobre a busca de informação em Educação. São Paulo. 2004. 194f. Tese (Doutorado) – Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004. p. 56-166. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27143/tde-14032005-144512/pt-br.php

    Foco: análise dos elementos constitutivos do dispositivo cultural dialógico


  • Programa da disciplina

    Restrito Disponível se: Seu Número USP não está vazio

    03 de outubro/Manhã 05 de outubro/ Noite: Semana de Biblioteconomia

    10 de outubro/Manhã - 28 de setembro/Noite: O dispositivo informacional dialógico: práticas de gestão

    PIERUCCINI, I. A ordem informacional dialógica. In: ______.   A ordem informacional dialógica: estudo sobre a busca de informação em Educação. São Paulo. 2004. 194f. Tese (Doutorado) – Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004. p. 56-166
    Foco: análise dos elementos constitutivos do dispositivo cultural dialógico

    12 de outubro/Noite- Feriado

    17 de outubro/Manhã 19 de outubro/Noite: Biblioteca e mediações culturais explícitas: ensinar a biblioteca, ensinar a informação

    CAIRES, Fernanda Medeiros. Biblioteca na Educação: práticas colaborativas e apropriação cultural. São Paulo. 2014. 131f. Dissertação (Mestrado) – Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. p. 33-55. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27151/tde-20012015-111621/pt-br.php Acesso: 3 ago. 2015
    Foco: Diferentes abordagens/modalidades de práticas informacionais desenvolvidas pelas bibliotecas  no âmbito da Educação e Cultura


  • Programa da disciplina

    Restrito Disponível se: Seu Número USP não está vazio

    24 de outubro/Manhã - 26 de outubro/ Noite: Saberes informacionais: experiência informacional e protagonismo cultural
    PERROTTI, E.; PIERUCCINI, I. Novos saberes para o século XXI. In: MENDONÇA, R.H.; MARTINS, M. F. (orgs.). Novos saberes para a Educação. Rio de Janeiro : ACERP ; Brasília, DF : TV Escola, 2013. p. 9-25 (TV, educação e formação de professores: salto para o futuro 20 anos, 4) Disponível em: http://www2.eca.usp.br/nucleos/colabori/documentos/vol_4_salto_para_o_futuro_20_anos.pdf 
    Foco: a noção de “saberes” e suas relações com a apropriação cultural  

    31 de outubro/Manhã - 09 de novembro/Noite: Estação do Conhecimento Einstein: um dispositivo informacional constituído a partir do diálogo entre Informação e Educação - Palestra Solange Maria R. Alberto 

    Foco: Dinâmicas de um dispositivo informacional dialógico “em situação”

    02 de novembro/Noite - Feriado

    07 de novembro/Manhã – 09 de novembro/Noite: Informação e significação: o ato lúdico de conhecer.

    Palestra Marcos Paulo Passos

    Foco: pesquisa e apropriação cultural por crianças e jovens


  • Programa da disciplina

    Restrito Disponível se: Seu Número USP não está vazio

    14 de novembro/Manhã – Ponte Feriado

    21 de novembro/Manhã - 16 de novembro/ Noite: Pedagogia da Informação: Programas de Infoeducação (I)

    PERROTTI, E. Programa de Infoeducação.

    Foco: natureza, enfoques, conteúdos e metodologias de um programa de construção de saberes informacionais

    28 de novembro/Manhã - 23 de novembro/ Noite: Pedagogia da Informação: Programas de Infoeducação (II)

    PERROTTI, E. Programa de Infoeducação.

    Foco: natureza, enfoques, conteúdos e metodologias de um programa de construção de saberes informacionais

    Disponível em: http://www2.eca.usp.br/nucleos/colabori/documentos/programadeinfoedu.pdf .

    30 de novembro/Noite – Atividade externa (preparação de trabalho) e plantão de dúvidas (compensada pela visita à Rede de Bibliotecas CEFSA)

    05 de dezembro/Manhã - 07 de dezembro/Noite: Entrega dos trabalhos (em papel e meio eletrônico)


  • Bibliografia complementar

    Restrito Disponível se: Seu Número USP não está vazio

    BETTELHEIM, B. A luta pelo significado. In: _____. A psicanálise dos  contos de fadas. Rio de Janeiro:   Paz e Terra, 1980. p.11-28

    BRUNER, J. Atos de significação. Porto Alegre : Artes Médicas, 1997.

    CAIRES, Fernanda Medeiros. Biblioteca na Educação: práticas colaborativas e apropriação cultural. São Paulo. 2014. 131f. Dissertação (Mestrado) – Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. p. 33-55. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27151/tde-20012015-111621/pt-br.php Acesso: 3 ago. 2015

    CAMPELO, Bernadete. Competência informacional e gestão do conhecimento: uma relação necessária no contexto da sociedade da informação. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 12, n.2, maio/ago.2007.

    CARVALHO, A. B. de. Burocracia e educação moderna. In: ____; BRANDÃO, C. F. da. Introdução à sociologia da cultura: Max Weber e Norbert Elias. São Paulo : Avercamp, 2005. p.43-56.

    CHARLOT, B. O saber e as figuras do aprender. Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Porto Alegre : Artmed, 2000.

    COSTA, A. C. G. da. O adolescente como protagonista juvenil. Cadernos Juventude. Disponível  em: <http://www.adolec/P/cadernos/capitulo/cap07/cap07.htm>. Acesso em: 17 abr. 2007.

    DELORS, Jacques et al.  Um tesouro a descobrir: relatório para a Unesco da Comissão Internacional sobre a Educação para o século XXI. Brasília : Unesco, 2010. Disponível em:http://unesdoc.unesco.org/images/0010/001095/109590por.pdf Acesso 30 jun. 2015

    FARIA, I. P. Estação Memória: lembrar como projeto. Contribuições ao estudo da mediação cultural. São Paulo, 1999. Dissertação (Mestrado em Ciências da Comunicação) – Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Palo, São Paulo, 1999

    FERRETTI, C. J., ZIBAS, D. L., TARTUCE,  G. B. P.L. O protagonismo    juvenil na literatura especializada e na reforma do ensino médio. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v.34, n.122, p.411- 423, maio/ago.2004. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/cp/v34n122/22511.pdf> Acesso em : maio 2007.

    INFORMATION LITERACY: definitions and models. Disponível em: <http//www.dis.shef.ac.uk/literacy/definitions.htm - 18k> Acesso em: 25 nov. 2008

    JEANNERET,  Y. I. Dispositif.  Disponível em : http://ensmp.net/pdf/2005/glossaire/dispositif.doc (Texto traduzido)

    Le COADIC, Y. A educação para a informação. In: _____. A Ciência da informação. Brasília : Briquet de Lemos, 2004. p. 112-4

    MATTELART, A. História da sociedade da informação. São Paulo : Loyola, 2001.

    MOORE, P. An analysis of information literacy education worldwide. School Libraries Worldwide, 2005 - citeseerx.ist.psu.edu

    MORIN, E. Os sete saberes necessários à educação do futuro. 3. ed. São Paulo: Cortez; Brasília, DF: UNESCO, 2001 Disponível em <http://www.proex.ufrn.br/files/documentos/setesaberesmorin.pdf.pdf>

    MORIN, E.  Educação planetária : conferência na Universidade São Marcos, São Paulo, Brasil, 2005. Disponível em: : http://edgarmorin.org.br/textos.php?tx=30. Acesso em: 05 ago 2012

    OBERG, M.S. Tempo da informação, tempo do conhecimento: velocidade, contemplação e reflexão. Salto para o futuro, v.28, n.15, 19-27, set. 2008. Disponível em: http://www.tvbrasil.org.br/fotos/salto/series/173714Aventura.pdf. Acesso 25 jan. 2015

    OLIVEIRA,  A. L. Informação e conhecimento.  Salto para o futuro, v.28, n.15, 11-18, set. 2008.     


  • Bibliografia complementar

    Restrito Disponível se: Seu Número USP não está vazio

    PERROTTI, E. Programa de Infoeducação. (impresso com circulação interna e restrita)

    PERROTTI, E. (coord.) A aventura de conhecer: entre a falta e o excesso de informação. Salto para o futuro, v.28,n.15, set. 2008. Disponível em: http://www.tvbrasil.org.br/fotos/salto/series/173714Aventura.pdf

    PERROTTI, E.; PIERUCCINI, I. Infoeducação: saberes e fazeres da contemporaneidade. In: LARA, M.L.L; FUJINO, A.; NORONHA, D.P. Informação e contemporaneidade: perspectivas. Recife : Néctar, 2008. p.47-96

    PERROTTI, Edmir; PIERUCCINI, Ivete. A mediação cultural como categoria autônoma. Informação & Informação, [S.l.], v. 19, n. 2, p. 01-22, out. 2014. Disponível em: <http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/19992>. Acesso em: 03 Ago. 2015.

    PERROTTI, E.; PIERUCCINI, I. Novos saberes para o século XXI. In: MENDONÇA, R.H.; MARTINS, M. F. (orgs.). Novos saberes para a Educação. Rio de Janeiro : ACERP ; Brasília, DF : TV Escola, 2013. p. 9-25 (TV, educação e formação de professores: salto para o futuro 20 anos, 4) Disponível em: http://tvescola.mec.gov.br/images/stories/publicacoes/salto_para_o_futuro/salto_20_anos/vol_4_salto_para_o_futuro_20_anos.pdf. Acesso em: 20 de fevereiro de 2014

    PERROTTI, E.; VERDINI, A. Estações do Conhecimento: espaços e saberes informacionais. In: ROMÃO, L.M.S. org. Sentidos da biblioteca escolar. São Carlos : Alphabeto, 2008 p. 13-40

    PIERUCCINI, I. A ordem informacional dialógica: estudo sobre a busca de informação em Educação. São Paulo. 2004. 194f. Tese (Doutorado) – Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo. Disponível em: file:///C:/Users/IVETE/Downloads/Bancotesesusp%20(1).pdf . Acesso 8 ago 2015.

    PIERUCCINI, I. Biblioteca escolar, pesquisa e construção do conhecimento. In: ROMÃO, L.M.S. Sentidos da biblioteca escolar. São Carlos : Alphabeto, 2008. p. 41-69

    RODRIGUES, A. R. As tecnologias da informação. In: ______. Comunicação e cultura: a experiência cultural na era da informação. Lisboa : Ed. Presença, 1994. p. 187-227

    RUSSELL, B. O conhecimento inútil. In: _____. O elogio ao ócio. Rio de Janeiro : Sextante, 2002. p.36-46

    SERFATY-GARZON, Perla. Apropriation. In: DICTIONNAIRE critique de l’habitat et du logement. Paris, Editions Armand Colin, 2003. p.27-30. (tradução Juliana Maria de Siqueira)

    SHAPIRO, J. J.; HUGHES, S. K. Information literacy as liberal art. Educom Review, v. 31, n. 2, mar/abr. 1996. (Texto traduzido)
    TAKAHASHI, T. org. Sociedade da informação no Brasil:  livro verde. Brasília : Ministério da Ciência e Tecnologia, 2000.

    YUDICE,  George. Cultura e educação no novo entorno. In: SOMMER, L.H.; BUJES, M.I.E. Educação e cultura contemporânea.: articulações, provocações e transgressões em novas paisagens. Canoas : Ed. Ulbras, 2006. p.11-22


e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP