Engenharia Hidráulica e Sanitária
Ajuda com Pesquisar cursos
O objetivo da disciplina é apresentar conceitos teóricos e aplicações práticas relativas aos processos físico-químicos avançados utilizados no tratamento de águas de abastecimento, esgotos sanitários e efluentes industriais. Ao longo do curso, para cada processo e operação unitária estudados, serão apresentadas os seus aspectos cinéticos e sua concepção do ponto de vista de engenharia sanitária. No final do curso, os alunos estarão aptos a identificarem quais as variáveis mais significativas, a sua concepção e métodos de dimensionamento para cada processo estudado.
Fornecer aos alunos os conceitos necessários para se projetar e implantar os sistemas prediais de água fria, água quente, esgoto, águas pluviais, combate a incêndio e gás.
Discorrer como as mudanças climáticas afetam os Processos Marítimos das marés, correntes, ondas, processos litorâneos e estuarinos, acarretando impactos nas obras existentes e nos projetos de Engenharia Portuária e Costeira, que devem ser adaptados e contemplar tais efeitos. A apresentação de conceitos, práticas e soluções de projeto de infraestruturas de obras marítimas para adaptar e reduzir vulnerabilidade ds estruturas a estes impactos complementam os objetivos.
Apresentar aos alunos de pós-graduação os principais conceitos associados aos processos de separação por membranas para o tratamento de água efluentes, incluindo: 1) Evolução histórica e tecnológica dos processos de separação por membranas; 2) Classificação dos processos de separação por membranas em função das características das membranas e parâmetros de operação; 3) Aplicações e limitações dos processos de separação por membranas para tratamento de água e efluentes; 4) Bases para o desenvolvimento de projetos de sistemas de separação por membranas; 5) Dimensionamento de sistemas de separação por membranas; 6) Custos de implantação e operação de sistemas de separação por membranas.
Desenvolver conceitos e ferramentas para modelagem experimental e numérica de processos envolvendo a variação da qualidade das águas em rios, estuários e lagos, a partir de variáveis físicas, químicas e biológicas. O curso objetiva fixar conceitos e aptidoes para pesquisa nos campos da gestão de recursos hídricos, licenciamento de empreendimentos e preservação de recursos naturais.
Fornecer aos alunos os conceitos necessários para se projetar e implantar os sistemas prediais de água fria, água quente, esgoto, águas pluviais, combate a incêndio e gás.
Desenvolver a fundamentação teórica específica e aplicações práticas aplicadas às estruturas hidráulicas de descarga e dissipação de energia utilizadas em aproveitamentos hídricos, barragens, usinas hidrelétricas e drenagem urbana.
Apresentar e discutir os conceitos básicos sobre o escoamento em rios com leitos móveis e a mecânica do transporte de sedimentos, definido as condições críticas de início de transporte, os diferentes tipos de transporte, processos fluviais de erosão e deposição, além de técnicas de campo e laboratório para caracterização do transporte sólido.
Tendo-se em vista o potencial portuário e a necessidade de obras costeiras nos mais de 8.500 km da costa marítima brasileira, a disciplina visa familiarizar o aluno quanto aos requisitos fundamentais de projeto das obras que compõem os arranjos portuários e as obras portuárias externas e internas, visando a: segurança da navegação, atracação e amarração; movimentação e armazenamento de carga; e requisitos logísticos e ambientais. Dentre estes últimos passou-se a dar especial ênfase às obras mitigatórias com relação às alterações climáticas, no que diz respeito a marés e ondas.
Preencher a necessidade do conhecimento básico sobre os processos marítimos costeiros visando fornecer o lastro para os estudos em Engenharia Costeira e Portuária.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP