Parasitologia
Ajuda com Pesquisar cursos

•Transmitir ao aluno o conceito de análise in silico; 

• Transmitir os conceitos gerais de Genômica, incluindo estrutura física, organização gênica e aspectos evolutivos; 

• Apresentar os principais métodos e ferramentas de Bioinformática para a análise de sequências biológicas; 

• Apresentar algumas das bases de dados de dados genômicos e ferramentas de análise em web.

Objetivos:

Apresentar ao aluno de pós-graduação o estado da arte das relações entre os patógenos e seus artrópodes vetores.

Justificativa:

Os patógenos transmitidos por artrópodes vetores causam doenças graves tanto para o homem quanto para outros animais, as quais podem apresentar altas taxas de morbidade e/ou de mortalidade. Dessa forma, compreender o papel dos fatores moleculares envolvidos nas interações entre patógenos e seus vetores é fundamental, podendo levar à identificação de novas estratégias para o controle dos vetores bem como dos patógenos que eles transmitem.

Conteúdo:

Os artrópodes: posição sistemática e biologia. A hematofagia e a transmissão de patógenos causadores de doenças. Fatores moleculares envolvidos na aquisição e na transmissão de patógenos pelos artrópodes, com ênfase em mosquitos, carrapatos, triatomíneos e flebotomíneos. Estratégias para o controle de artrópodes e dos patógenos que eles transmitem.

Forma de Avaliação:

A nota será composta pela participação nas discussões em grupo (peso 1) e pela apresentação de seminários (peso 3). Serão considerados aprovados os alunos com nota superior a 5,0 (cinco). 

Bibliografia:

- Marquardt (2005). Biology of Disease Vectors, 2º. edição, Elsevier (Califórnia, EUA), 816p.

- Sonenshine (2013) Biology of Ticks, 2a. edição. Oxford University Press (Nova Iorque, EUA) , 560p.

- Artigos científicos diversos.

Utilizando o modelo de infecção por Leishmania, analisar aspectos gerais no estabelecimento da relação parasita-hospedeiro, tais como: alterações na biologia do parasita ao longo de seu ciclo de desenvolvimento; relações entre as modificações específicas e o ambiente de parasitismo; mecanismos de modulação de expressão envolvidas em mecanismos de escape; mecanismos de indução de alterações no hospedeiro que favorecem o parasitismo
Ministrar conhecimentos básicos de Parasitologia para o desempenho de atividades profissionais em saúde pública, pesquisa básica e laboratório clínico.
O objetivo principal desta disciplina é discutir com os alunos as relações entre os parasitas e seus hospedeiros. Além de uma visão geral sobre protozoários e helmintos, serão enfatizadas as principais endemias humanas, e apresentadas algumas espécies de importância veterinária e de vida livre. Esta disciplina pretende estimular o raciocínio, a análise crítica e a capacidade de integrar os conhecimentos básicos de Imunologia, Biologia Celular e Molecular com a Parasitologia. Estes são aspectos fundamentais para o estudo da Parasitologia contemporânea, que é multidisciplinar e dinâmica. Serão abordados diversos aspectos das infecções causadas por parasitas visando oferecer aos alunos uma visão abrangente: 1) da organização celular e genômica; 2) dos mecanismos bioquímicos e moleculares peculiares destes eucariotos; 3) da diversidade e estratégias evolutivas destes organismos; 4) da genética e epidemiologia; 5) dos métodos de diagnóstico; 6) da resposta dos hospedeiros; 7) dos mecanismos de patogenicidade e patologias; 8) dos mecanismos de evasão e sobrevivência; 9) da interação parasita-vetor; 10) de alvos, mecanismos de ação e resistência a drogas; 11) de vacinas contra parasitas; 12) das medidas profiláticas.
Transmitir os conhecimentos básicos gerais sobre a morfologia e biologia dos protozoários, artrópodes e helmintos de maior importância para a Parasitologia Veterinária. Identificar os principais grupos e realizar o diagnóstico desses parasitas. Apresentar as relações entre parasitas e seus hospedeiros, e suas interações com o meio ambiente.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP