Dicionário de Epidemiologia, Saúde Pública e Zoonoses


Dicionário de Epidemiologia, Saúde Pública e Zoonoses, com as definições dos principais termos utilizados em epidemiologia, saúde pública, saúde animal e zoonoses.

Navegar usando este índice

Especial | A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | Todos

R

Recrudescência

Exarcebação das manifestações clínicas ou anatômicas de um processo mórbido. No caso da malária, recrudescência é recaída da infecção malárica nas primeiras 8 semanas posteriores ao ataque primário. 16 11


Bibliografia: Relatório sobre as definições dos termos usuais em estatística hospitalar. Bol. mensal Serv. Fed. Bioestat. 13 (3) :5-18, 1953
Gabaldon, A.: Vocablos usuales en epidemiologia. Venezuela, División de Malariologia, s. d.


Reservatório

Qualquer local, vegetal, animal ou humano onde vive e multiplica-se um agente etiológico e do qual é capaz de atingir outros hospedeiros.

Fonte:<http://www.parasitologia.org.br/estudos_glossario_R.php>

Acessado em: 28 de setembro de 2016


Reservatório

Reservatório pode ser definido como o habitat de um agente etiológico, onde ele cresce e se multiplica. O agente infeccioso depende do reservatório para sua sobrevivência, para que possa ser transmitido a um hospedeiro susceptível. Podem comportar-se como reservatórios o ambiente, os humanos e os animais ou a combinação deles. 


Fontes:

Glossário de Terminologia de Vigilância Epidemiológica - Mercosul (1999, 2005)/http://portalcodgdh.min-saude.pt

http://www.saude.sc.gov.br

http://www.parasitologia.org.br




Resiliência

Capacidade do indivíduo de superar as infecções/infestações e tornar-se imune aos efeitos dos agentes, podendo estar com eles mas não serem afetados. Difere de resistência, que é a capacidade de reagir a um patógeno.

Capacidade de um sistema de retornar à sua condição inicial após uma modificação;
a resiliência é medida em função do tempo que o ambiente demora para retornar a uma
situação de equilíbrio que tinha inicialmente (o sistema menos resiliente é o que demora
mais tempo para retornar).

Fonte: http://midia.atp.usp.br/impressos/redefor/EnsinoBiologia/Ecologia_2011_2012/Ecologia_v2_09_TextoComplementarIII.pdf


Resistência

Corresponde a um conjunto de mecanismos específicos e inespecíficos do organismo que atuam como uma forma de defesa contra a invasão ou multiplicação de agentes infecciosos ou contra produtos tóxicos. Os mecanismos específicos são a imunidade e os inespecíficos a resistência inerente ou natural. 

Fonte: http://www.abpbrasil.org.br/departamentos/coordenadores/coordenador/noticias/imagens/glossario_de_epidemiologia.pdf