Trata-se de um minicurso que estou ministrando, com quatro aulas, que visa desmistificar os problemas associados à migração de editores de texto tradicionais (Word, OpenOffice) para LaTeX.

Há uma carga ideológica muito grande, e preconcepções muito arraigadas, com respeito ao uso do LaTeX na comunidade acadêmica. É fato que o LaTeX é fruto da filosofia "Open Source", mas isso não limita o uso do processador de texto a fanáticos adeptos do Linux. Hoje em dia é possível redigir e compilar documentos LaTeX em sistemas Windows, MAC e até mesmo em tablets. Entretanto a adoção do LaTeX envolve uma mudança conceitual, que muitas vezes causa resistência por parte de quem procura adotá-lo.

Os objetivos do curso são:

  • mostrar que usar um procesador não WYSIWYG não é de todo mal  e que pode até ser bom controlar seu manuscrito com códigos de comando e
  • apresentar as qualidades superiores do LaTeX em relação aos concorrentes na preparação de documentos acadêmicos (dissertações, teses e trabalhos de conclusão de curso), apresentações científicas e na representação em  geral de equações matemáticas e fórmulas químicas.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP