Lingüística
Levar o aluno a considerar a língua(gem) como uma atividade humana passível de ser analisada e como objeto estruturado passível de ser descrito e explicado; Levar o aluno a entender e a operar com alguns conceitos básicos da teoria lingüística.

Língua Tupi: Introduzir o aluno no estudo de uma língua Tupi, o Karitiana, através da análise da fonologia e morfossintaxe da lingua.

Língua Tupi: Proporcionar ao estudante o conhecimento das estruturas fonológicas e morfossintáticas das línguas Tupi (famílias Arikém, Aweti, Juruna, Mawé, Mondé, Munduruku, Puruborá, Ramarama, Tupari, e Tupi-Guarani), buscando examinar a contribuição que a descrição dessas línguas pode trazer para o esclarecimento de alguns problemas da lingüística geral.
O objetivo geral desta disciplina é discutir aspectos do processamento da linguagem e as suas relações com as funções cognitivas em línguas orais e sinalizadas com e sem a presença de atipias. Fornecer ao aluno subsídios para a análise das interferências das habilidades cognitivas nas línguas orais e de sinais e do impacto da aquisição adequada de língua no desenvolvimento das habilidades cognitivas.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP