Geologia Sedimentar e Ambiental
Ajuda com Pesquisar cursos
Entendimento da evolução das bacias sedimentares e de seus estilos sedimentares assim como suas relações com processos sedimentares e tectônicos globais (análise de bacias). Explicar as origens das rochas sedimentares através do estudo das fácies, modelos faciológicos processo-resposta e sistemas deposicionais (abordagem genética).
Possibilitar que o aluno adquira conhecimento sobre técnicas isotópicas aplicadas a problemas ambientais, em especial aos ligados ao ciclo hidrológicvo e incorpore essas técnicas em suas pesquisas e/ou trabalhos. O aluno deve ser capaz de: a) Compreender o funcionamento dos sistemas isotópicos utilizados em questões ambientais; b) Compreender o comportamento de diferentes isótopos no ciclo hidrológico e na interação deste na litosfera; c) Empregar sistemas isotópicos em problemas de contaminação e recarga de aqüíferos e sua dinâmica de circulação, bem como na determinação de arcabouços geoquímicos característicos; d) Avaliação a interação rocha-água através de técnicas isotópicas; e) Avaliar a utilização de técnicas isotópicas em questões ambientais.
Capacitar o aluno no entendimento do diagnóstico dos problemas ambientais e compreensão de suas causas e prognósticos de futuras consequências e o desenvolvimento de soluções para as intervenções humanas no ambiente. Fornecer ferramentas e subsídios para trabalhar essas questões no âmbito escolar. A parte prática da disciplina, composta de investigação em campo, tem como finalidade desenvolver a capacidade do aluno em identificar, caracterizar e avaliar impactos ambientais positivos e negativos de um determinado empreendimento ou intervenção numa área específica.
Fornecer os conhecimentos necessários para interpretação do comportamento de água no ciclo hidrológico. Fornecer subsídios para classificação das águas, potabilidade e problemas de qualidade e poluição.
O objetivo da disciplina é a familiarização dos alunos com modelos e técnicas de interpretação de seções sísmicas, com vistas à exploração de hidrocarbonetos. Para tanto, serão discutidos métodos de aquisição e processamento de dados sísmicos, propriedas físicas de rochas sedimentares, interpretação estrutural de sismogramas, sismofácies e sistemas deposicionais, Significado estratigráfico de refletores sísmicos, superfícies com significado cronológico e padrões de terminação de refletores e detecção direta de hidrocarbonetos, além de aspectos avançados da estratigrafia de seqüências e de aplicações da sismoestratigrafia para a geologia de petróleo e análise de bacias.
O curso visa fornecer aos alunos princípios básicos de Geologia Sedimentar, compreendendo os constituintes litológicos de bacias sedimentares, seus processos geradores, sua ordenação no tempo e no espaço, bem como seu arranjo tridimensional. Inclui o estudo das relações entre a tectônica e a resposta sedimentar, além dos métodos clássicos de investigação de bacias sedimentares.
Objetivos 

Definir recursos naturais e as características dos recursos hídricos, energéticos e minerais, avaliando-se aspectos relacionados a reservas, demandas e impactos ambientais. 

Programa 

1. Recursos Naturais: conceitos e classificações. 2. Solos. 3. Recursos hídricos superficiais. 4. Recursos hídricos subterrâneos. 5. Contaminação de recursos hídricos por compostos orgânicos e inorgânicos. 6. Padrões ambientais para águas. 7. Recursos Minerais: definições e processos formadores. 8. Províncias minerais no Brasil e no mundo: reservas e demandas. 9. Tipos de depósitos minerais. 10. Recursos minerais para a construção civil e agricultura. 11. Recursos Energéticos no Brasil e no mundo: potencialidade e demanda. 12. Biomassa e Combustíveis fósseis. 13. Energia nuclear. 14. Energia geotérmica. 15. Energia hidrelétrica. 16. Energia solar. 17. Energia eólica.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP