Parasitologia
Ajuda com Pesquisar cursos
Utilizando o modelo de infecção por Leishmania, analisar aspectos gerais no estabelecimento da relação parasita-hospedeiro, tais como: alterações na biologia do parasita ao longo de seu ciclo de desenvolvimento; relações entre as modificações específicas e o ambiente de parasitismo; mecanismos de modução de expressão envolvidas em mecanismos de escape; mecanismos de indução de alterações no hospedeiro que favorecem o parasitismo.
• Transmitir ao aluno o conceito de análise in silico.• Transmitir os conceitos gerais de Genômica, incluindo estrutura física, organização gênica e aspectos evolutivos; • Apresentar os principais métodos e ferramentas de Bioinformática para a análise de sequências biológicas; • Apresentar algumas das bases de dados de dados genômicos e ferramentas de análise em web.


Aulas às quintas-feiras, das 8:00 às 12:00, nas salas 3 (aulas teóricas) e 5 e 6 (aulas práticas) do edifício IV do Instituto de Ciências Biomédicas.

 Início da disciplina: 04 de agosto.

O objetivo principal desta disciplina é discutir com os alunos as relações entre os parasitas e seus hospedeiros. Além de uma visão geral sobre protozoários e helmintos, serão enfatizadas as principais endemias humanas, e apresentadas algumas espécies de importância veterinária e de vida livre. Esta disciplina pretende estimular o raciocínio, a análise crítica e a capacidade de integrar os conhecimentos básicos de Imunologia, Biologia Celular e Molecular com a Parasitologia. Estes são aspectos fundamentais para o estudo da Parasitologia contemporânea, que é multidisciplinar e dinâmica. Serão abordados diversos aspectos das infecções causadas por parasitas visando oferecer aos alunos uma visão abrangente: 1) da organização celular e genômica; 2) dos mecanismos bioquímicos e moleculares peculiares destes eucariotos; 3) da diversidade e estratégias evolutivas destes organismos; 4) da genética e epidemiologia; 5) dos métodos de diagnóstico; 6) da resposta dos hospedeiros; 7) dos mecanismos de patogenicidade e patologias; 8) dos mecanismos de evasão e sobrevivência; 9) da interação parasita-vetor; 10) de alvos, mecanismos de ação e resistência a drogas; 11) de vacinas contra parasitas; 12) das medidas profiláticas.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP