Enfermagem de Saúde Coletiva

Objetivo geral da disciplina: Efetuar práticas de proteção à exposição de agentes infecciosos e transmissíveis, voltadas aos usuários e trabalhadores, particularmente os da área da saúde e reconhecer outros riscos ocupacionais (físicos, químicos e outros). 

1. Identificar os diferentes referenciais teórico-filosóficos que embasam as práticas em saúde coletiva. 2. Analisar a gênese e o desenvolvimento histórico do sistema de saúde e da estrutura social no Brasil. 3. Analisar a gênese e o desenvolvimento do saber em saúde coletiva e das práticas de saúde. 4. Compreender as práticas de enfermagem em saúde coletiva articuladas ao processo de produção em saúde, às práticas em saúde coletiva e aos processos de trabalho em saúde. 5. Compreender a Teoria de Intervenção Práxica da Enfermagem em Saúde Coletiva, apropriando-se dos seus marcos teórico-metodológicos. 6. Discutir as possibilidades de operacionalização da Teoria de Intervenção Práxica da Enfermagem em Saúde Coletiva.
1. Compreender os processos de desenvolvimento do saber da enfermagem em saúde coletiva articulados aos diferentes referenciais teórico-filosóficos. 2. Interpretar a relação entre o processo de produção em saúde e o processo de produção do conhecimento em saúde coletiva enquanto partes da totalidade social. 3. Analisar criticamente os elementos constitutivos dos diferentes processos de trabalho da enfermagem em saúde coletiva tendo por referência a Teoria de Intervenção Práxica e sua aplicação no processo de investigação.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP