Caso1S1A:[0-10][06/03 = 19/4 = 24/5 - 23:00][Prof] {Definição do Problema] Coletivo – Relatório parcial

Vencimento: sexta, 23 mar 2018, 16:25
Receber uma nota

RELATÓRIO PARCIAL 

Feito apenas pelo relator com informações (CONTRIBUIÇÕES) de todos os membro. 

MODELO adaptado pelo inicialmente proposto por Prof. Edmundo Escrivão Filho (EESC-USP)

1)    Escreva os problemas indicados por cada um dos membros e o problema escolhido pelo grupo para propor uma solução única. Todos os membros devem indicar um problema, que pode ser o mesmo.

Lista dos problemas elencados pelos membros:

Exemplo: Por que as práticas de padronização não foram aplicadas? (João Paulo) - escolhido

Exemplo: Falta de um sistema (Júlio Gallego)

2)    Quais as causas do problema escolhido indicados por cada um dos membros e a causa escolhida pelo grupo. Todos os membros devem indicar uma causa, que poderá ser a mesma.

Lista das causas elencada pelos membros:

                  Exemplo: Falta de Organização (Pedro Luis) - escolhida

                        Exemplo: Falta de Capacitação (Renata Braga)

3)    Quais as evidências no texto para a causa escolhida (trechos do texto ou da realidade). Indicados por cada um dos membros e a evidência escolhida pelo grupo. Todos os membros devem indicar uma evidência, que poderá ser a mesma.

                       Exemplo: “Entretanto, dificilmente é encontrada uniformidade na execução. ” (Pedro Luis) - escolhida

                       Exemplo: “Era um caos na empresa ” (Renata Braga)

4)      Conceitos para entender melhor o problema e a possível solução. Obrigatório colocar quem fez a pesquisa.

Exemplo:

Conhecidos

 

a)      Bizagi (Rui Longo)

Definição – Software para modelagem BPM

 

b)      Mapeamento de processos  (Renata Braga)

O Mapeamento de processos é uma técnica geral utilizada por empresas para entender de forma clara e simples como uma unidade de negócio está operando, representando cada passo de operação dessa unidade em termos de entradas, saídas e ações. Esse exercício de compreensão e documentação é fundamental para diversas metodologias de melhoria de processos, como o Seis Sigma e o Lean Manufacturing: é a partir de um mapa bem estruturado do processo que sugestões de melhoria e pontos de atuação dessas metodologias podem ser elencados e observados em mais detalhe.

 

 

c)       ERP (Júlio Gallego)

                               Definição – Podemos entender que o software ERP é um sistema de informática responsável por cuidar de todas as operações diárias de uma empresa, desde o Faturamento até o balanço contábil, de Compras a fluxo de caixa, de apuração de impostos a Administração de Pessoal, de inventário de estoque às contas a receber, do ponto dos funcionários a controle do maquinário da fábrica, enfim, todo o trabalho administrativo e operacional feito numa empresa.

 

Desconhecidos – obrigado colocar a definição e o autor  e a fonte.

d)      DFD

Definição para pesquisar

e)      Simuladores

Definição para pesquisar com a fonte.

 

1)      Ações - Planeje como o grupo irá programar as atividades, bem como, os conceitos não definidos (quem, como, o que, quando). Obrigado a todos membros o desenvolvimento de alguma atividade nesta etapa.

AQUI DEVE PLANEJAR COM DATA O QUE CADA UM VAI FAZER E O QUE CADA UM VAI POSTAR NO FÓRUM PARA A PRÓXIMA AULA. VAMOS COLABORAR, TRAZENDO CONHECIMENTO NO FÓRUM DO GRUPO.

Exemplo:

·         Relatório parcial postado apenas pelo relator (hoje ao final da aula).

·         Pesquisa individual e postagem no fórum do grupo (Até 14/08) - Familiarização com os conceitos e informação relativo as atividades. Todos devem postar acerca de sua atividade no fórum comum do grupo. (vale ponto)

 

·         Relatório Final (Até 22/08):

 

·         Definição DFD  (Responsável: Kollins Gabriel Lima para postar no fórum). Colocar a fonte e o responsável.

O diagrama de fluxos de dados (DFD) é uma representação gráfica do “fluxo” de dados através de um sistema de informação, modelando seus aspectos de processo. Ela fornece apenas uma visão do sistema, a visão estruturada das funções, ou seja, o fluxo dos dados. Frequentemente, eles são uma etapa preliminar usada para criar uma visão geral do sistema que pode posteriormente ser elaborado. Os DFDs também podem ser usados para a visualização do processamento de dados (design estruturado) [fonte: https://diariouml.wordpress.com/2014/04/03/o-que-e-um-diagrama-de-fluxo-de-dados/] [Feita pelo Dória Junior]

 

 

·         Definição SIMULADORES (Responsável: Bruno Andrade Stefano para postar no fórum). Colocar a fonte e o responsável.

 

·         Apresentação de Slides (Até 25/08): (Orador: Bruno Andrade Stefano)

 

·         Elaboração do PPT (Responsável: Rui Guerra)

 

·         Formatação e Revisão (Até 24/08) (Responsável: Caio César A. Guimarães)