Fornecer noções básicas de morfologia externa de forma que o aluno reconheça os caracteres envolvidos na identificação de espécies vegetais representativas de nossa flora e/ou empregadas em reflorestamentos, de morfologia interna (básica), para uma maior compreensão dos mecanismos fisiológicos (fotossíntese, transporte de água e hormônios vegetais) e explicar seus mecanismos reprodutivos (polinização e dispersão); capacitar o futuro gestor ambiental a reconhecer aspectos florísticos e adaptativos dos biomas ocorrentes no Estado de São Paulo (Cerrado e Floresta Atlântica), no intuito de uma melhor caracterização e compreensão deles, bem como reconhecer áreas em processo de degradação a fim de poder propor estratégias para a sua recuperação; colocar o aluno em contato com a Nomenclatura Botânica e Sistemas de Classificação Vegetal mais atualizados; fornecer a base para a compreensão dos processos fisiológicos vegetais ressaltando a importância da água para o meio ambiente.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP