Discutir algumas das principais propostas lingüísticas para o estudo do significado, contrastando-as entre elas e, por vezes, com as contribuições de pensadores de outras áreas (filósofos, antropólogos, psicólogos) que fomentaram esse debate.