A disciplina tem como objetivo o estudo do Romantismo no Brasil com base no exame de obras, autores, gêneros e questões significativas da produção literária entre as décadas de 1830 e 1870. Esse estudo se faz num quadro que contempla as relações do Romantismo com a literatura colonial, com o Romantismo europeu e, também, com o pensamento crítico relativo ao período. A disciplina permite constituir habilidades importantes para a formação do professor de Letras, em especial a capacidade de reflexão histórica e de contextualização, e o aperfeiçoamento de sua expressão escrita. Além disso, aperfeiçoa a capacidade de articular conhecimentos complexos, desenvolve o conhecimento crítico referente a temas políticos importantes, como o indianismo e a escravidão, e propõe uma reflexão por parte do aluno sobre resistência na literatura.

e-Disciplinas - Ambiente de apoio às disciplinas da USP